Energia recebe R$ 55 bilhões do PAC 2

Revista ihu on-line

Gauchismo - A tradição inventada e as disputas pela memória

Edição: 493

Leia mais

Financeirização, Crise Sistêmica e Políticas Públicas

Edição: 492

Leia mais

SUS por um fio. De sistema público e universal de saúde a simples negócio

Edição: 491

Leia mais

Mais Lidos

  • Justiça de São Paulo anula julgamentos de PMs pelo massacre do Carandiru

    LER MAIS
  • Um regime anômalo sem direção definida. Artigo de Boaventura de Sousa Santos

    LER MAIS
  • “Sem Cerrado, sem água, sem vida”: campanha nacional em defesa do Cerrado é lançada em Brasí

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU

close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Por: Cesar Sanson | 28 Julho 2012

O eixo energia, da segunda etapa do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2), registra R$ 55,1 bilhões em investimentos, desde o início de 2011, aumentando em 3.886 megawatts (MW) a capacidade do parque gerador brasileiro. Parte disso se deve à recente entrada em operação de quatro turbinas na Usina Hidrelétrica de Santo Antônio, no Rio Madeira, em Rondônia.

A reportagem é de Pedro Peduzzi e Daniel Lima e publicada pela Agência Brasil, 27-07-2012.

O quarto balanço do PAC 2, divulgado nessa quinta-feira pelo governo federal, informa que 16 usinas eólicas entraram em operação. Elas representam uma capacidade instalada de 390 MW. Entrou também em operação a Usina Termelétrica Luis Carlos Prestes, em Mato Grosso, com uma capacidade de 127,5 MW.

Com as obras em andamento, a previsão é que a capacidade de geração de energia no país aumente em 27.358 MW, com a construção de 11 usinas hidrelétricas, 30 termelétricas e 58 eólicas, agregando, respectivamente, 18.702 MW, 6.958 MW e 1.553 MW ao sistema. Há ainda oito pequenas centrais hidrelétricas sendo construídas.

Na transmissão de energia, o programa prevê R$ 31 bilhões em investimentos até 2014. Já foram concluídos 2.669 km de extensão, divididos em 14 linhas de transmissão. Entre essas linhas está a que liga Cuiabá a Rio Verde (GO), com 600 km de extensão concluídos. Mais 24 linhas estão em obras, o que agregará mais 10.212 km aos sistema.

De acordo com o quarto balanço, até abril, foram iniciados 321 poços exploratórios de petróleo. Desse total, 161 estão localizados no mar e 160 em terra. Do total, 203 já foram concluídos. O governo destaca que a plataforma da Petrobras P-59 já foi inaugurada e, em breve, poderá iniciar a perfuração de poços.

"Entre 2010 e 2011, aumentamos em 309 milhões de barris nossas reservas nacionais de petróleo e gás natural”, destacou a ministra do Planejamento, Miriam Belchior.

O programa está investindo ainda R$ 6,9 bilhões no sistema de escoamento de álcool de Goiás, Minas Gerais e São Paulo. De acordo com o balanço, 8% dessas obras já foram concluídas.