#YoSoy132 reúne milhares no México para contestar "imposição" de Enrique Peña Nieto como novo presidente

Revista ihu on-line

Etty Hillesum - O colorido do amor no cinza da Shoá

Edição: 531

Leia mais

Missões jesuíticas. Mundos que se revelam e se transformam

Edição: 530

Leia mais

Nietzsche. Da moral de rebanho à reconstrução genealógica do pensar

Edição: 529

Leia mais

Mais Lidos

  • “Os africanos devem se livrar do desejo da Europa”. Artigo de Achille Mbembe

    LER MAIS
  • “Colocar a própria vida em jogo”. Papa Francisco no Panamá em diálogo com os jesuítas da América Central

    LER MAIS
  • Os evangélicos e o poder na América Latina

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

23 Julho 2012

Milhares de pessoas fizeram uma passeata neste domingo (22/07) na Cidade do México para protestar contra a "imposição" de Enrique Peña Nieto como ganhador das eleições presidenciais de 1º de julho. Esta é a primeira ação da estratégia anunciada pelo movimento estudantil #YoSoy132 para "proteger a democracia" no país.

A informação é publicada pelo sítio Opera Mundi, 22-07-2012.

Os participantes da marcha partiram das imediações da residência presidencial de Los Pinos e foram para a praça Zócalo, a principal da cidade. Ao convocar a mobilização por meio das redes sociais, o coletivo chamou os estudantes e a sociedade civil para protestar na capital e outras cidades contra a eleição de Peña Nieto, candidato de uma coalizão liderada pelo PRI (Partido Revolucionário Institucional).

Os participantes carregavam faixas que pediam que o Tribunal Eleitoral não validasse a vitória de Peña Nieto e acusavam o canal Televisa de favorecer o candidato. O Tribunal tem até 31 de agosto para se pronunciar sobre a validade das eleições, que foram contestadas pela coalizão de esquerda Movimento Progressista e seu candidato, Andrés Manuel López Obrador.

A marcha faz parte da estratégia anunciada em 19 de julho pelo coletivo para "proteger a democracia", exigir a "limpeza do processo eleitoral", pedir sua anulação e evitar a "imposição" de Peña Nieto como próximo presidente.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

#YoSoy132 reúne milhares no México para contestar "imposição" de Enrique Peña Nieto como novo presidente - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV