Campanha de solidariedade ao sacerdote Garatea

Revista ihu on-line

A fagocitose do capital e as possibilidades de uma economia que faz viver e não mata

Edição: 537

Leia mais

Juventudes. Protagonismos, transformações e futuro

Edição: 536

Leia mais

No Brasil das reformas, retrocessos no mundo do trabalho

Edição: 535

Leia mais

Mais Lidos

  • Cardeal Müller: documento vaticano sobre a Amazônia contém heresia e estupidez. “Não tem nada a ver com o cristianismo”

    LER MAIS
  • A história dos 13 agricultores presos por Moro e depois absolvidos

    LER MAIS
  • Arcebispo brasileiro é atacado por liderar ''infiltração esquerdista'' na Igreja

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

Por: André | 17 Maio 2012

“Respeitosamente invocamos para que se renove a licença ministerial do padre Garatea para que siga fazendo o bem a nosso país a partir da Igreja católica, instituição que honra com sua presença e à qual escolheu pertencer”. O pedido está expresso no manifesto de solidariedade ao padre Gastón Garatea Yori.

O manifesto com as assinaturas está publicado no sítio espanhol Religión Digital, 16-05-2012. A tradução é do Cepat.

Eis o texto.

Os abaixo-assinados, manifestamos a nossa solidariedade ao padre Gastón Garatea Yori (Sagrados Corações), cuja licença ministerial como sacerdote não foi renovada pela Arquidiocese de Lima.

Esta medida impede que o padre Garatea presida missas e celebre os sacramentos. Adicionalmente, também se encontra impedido de continuar com suas funções como Assessor para Assuntos de Responsabilidade Social da Pontifícia Universidade Católica do Peru.

O padre Gastón Garatea, sacerdote e teólogo peruano, cuja vida esteve marcada pela preocupação com os mais pobres de nosso país, serviu nos lugares mais afastados, como Ayaviri (Puno), onde realizou um formidável trabalho com as comunidades camponesas como Vigário Geral.

Em Cuzco, foi Diretor do Instituto de Pastoral Andina. Entre os cargos que exerceu com amor e diligência se encontram o de ser Padre Provincial dos Sagrados Corações; Presidente da Conferência dos Religiosos do Peru (que reúne as diferentes congregações católicas do país) e vice-presidente da Conferência Latino-americana de Religiosos (CLAR).

Foi diretor do colégio da sua congregação, o Sagrados Corações Recoleta, assessor teológico da Conferência dos Bispos do Peru na Conferência Episcopal Latino-americana de Santo Domingo e assessor pastoral da Cáritas.

Além disso, foi Presidente da Mesa de Concertação de Luta contra a Pobreza e membro da Comissão da Verdade e da Reconciliação.

Atualmente, trabalha na Pontifícia Universidade Católica do Peru como Assessor para Assuntos de Responsabilidade Social. Aqueles que o conhecem mais de perto dão testemunho de sua sensibilidade social, autêntica vocação de serviço e serena humildade que reconfortam somente com sua presença a crentes e não crentes.

A opinião franca e direta, mas sempre dentro do respeito aos mandatos da Igreja católica, foi, pelo que parece, o motivo da sanção imposta ao padre Garatea. Consideramos que, em meio à crise vivida pela Igreja católica devido à presença de maus elementos, um sacerdote como o padre Gastón Garatea representa um orgulho para toda a comunidade católica do Peru.

No momento em que a Arquidiocese mantém um litígio com a Pontifícia Universidade Católica do Peru, tentar amedrontar o padre Garatea representa uma provocação e uma arbitrariedade para com toda a comunidade universitária.

Portanto, manifestamos publicamente o nosso absoluto apoio ao trabalho e trajetória do padre Gastón Garatea Yori e deploramos a medida tomada pela Arquidiocese pelo qual respeitosamente invocamos para que se renove a licença ministerial do padre Garatea para que siga fazendo o bem a nosso país a partir da Igreja católica, instituição que honra com sua presença e à qual escolheu pertencer.

Seguem-se as assinaturas.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Campanha de solidariedade ao sacerdote Garatea - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV