Frases do dia

Revista ihu on-line

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Clarice Lispector. Uma literatura encravada na mística

Edição: 547

Leia mais

Mais Lidos

  • Os 13 tweets do Papa no dia do IV Encontro Mundial de Movimentos Populares

    LER MAIS
  • Pornô e sedução em contexto de vida religiosa

    LER MAIS
  • Padres da Caminhada & Padres contra o Fascismo emitem nota de solidariedade à Via Campesina, MST, Dom Orlando Brandes, CNBB e Papa Francisco

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


12 Abril 2012

Para acompanhar

“Alguns integrantes do Banco do Brasil andam cochichando que o Santander estaria mantendo conversas com o Bradesco – rumo a uma união. Já pelo mercado, a verão é outra: quem quer mesmo se casar com o Santander é o pessoal do BB” – Sônia Racy, jornalista – O Estado de S. Paulo, 12-04-2012.

Direitos humanos1

"Sempre defendo os direitos humanos. Agora, não vou responder a uma pergunta de que não sei todas as circunstâncias. Não posso ficar respondendo se não sei do que se trata, se não sei quem é. O Brasil tem um grande desrespeito pelos direitos humanos. Eu não tenho como impedir em todas as delegacias do Brasil de haver tortura. Sei do que acontece em Guantánamo" – Dilma Rousseff, presidente da República, respondendo a pergunta de um estudante, Francisco Marquez, na Universidade de Harvard, EUA, sobre a prisioneira política venezuelana Maria Afiume – O Estado de S. Paulo, 12-04-2012.

Direitos humanos 2

"A declaração é inadmissível sob qualquer circunstância, mas vem revestida de ainda maior gravidade porque ocorre num momento especialmente sensível. O País enfrenta hoje um debate acalorado sobre o estabelecimento da Comissão da Verdade, que conta com o apoio da presidente, para esclarecer crimes praticados durante a ditadura militar, incluindo o crime de tortura" – comunicado assinado por 11 entidades de defesa dos Direitos Humanos do Brasil, criticando declaração de Dilma Rousseff, presidente da República, nos EUA – O Estado de S. Paulo, 12-04-2012.

Bumerangue

”A CPI é só uma peça do jogo político, não uma realidade, principalmente porque os escândalos do Cachoeira revelam-se um típico caso bumerangue: dão uma volta danada, arranham os adversários e voltam direto na testa de quem se julga ileso. Não é, ex-quase senador Demóstenes?” – Eliane Cantanhêde, jornalista – Folha de S. Paulo, 12-04-2012.

Nem aí

“Alertada na tarde de terça para a abrangência da CPI do Cachoeira, Ideli Salvatti (Relações Institucionais) admitiu que ainda não havia lido o requerimento” – Vera Magalhães, jornalista – Folha de S. Paulo, 12-04-2012.

O que se quer?

"Imagine um governo que tem 77% de aprovação e resolve bancar uma CPI. Com que objetivo se faz isso? Para ver baixar um pouco a própria avaliação?" – Delcídio Amaral, senador - PT-MS -, que presidiu a CPI dos Correios, a de maior repercussão do governo Lula, criticando a estratégia governista de atuar pela instalação de investigação sobre o esquema de Carlinhos Cachoeira – Folha de S. Paulo, 12-04-2012.

Quero sangue

"E quem ouviu as conversas de Lula com petistas para incentivar a criação da CPI de Cachoeira diz que ele está com "sangue nos olhos". O ex-presidente diz acreditar que ela pode esclarecer como surgiram não apenas o mensalão, mas vários outros escândalos de seu governo que teriam como origem arapongagens do grupo do contraventor" - Mônica Bergamo, jornalista - Folha de S. Paulo, 12-04-2012.

Quero sangue 2

"O eventual envolvimento de petistas com Cachoeira seria um efeito colateral suportável, tem dito Lula, diante dos benefícios de uma CPI" - Mônica Bergamo, jornalista - Folha de S. Paulo, 12-04-2012.

Soma

"O senador Demóstenes Torres (ex-DEM-GO) disse anteontem em conversas com interlocutores com quem tem se aconselhado que não cai sozinho no escândalo de Carlinhos Cachoeira. Calcula que tombem, como ele, pelo menos outros dez deputados federais, de PSDB, PMDB e PT, por envolvimento com o contraventor" - Mônica Bergamo, jornalista - Folha de S. Paulo, 12-04-2012.

Corredores da morte

“A selvageria no trânsito das principais cidades do país poderia ser atenuada, poupando a vida de milhares de pessoas, se o governo aprovasse no Congresso uma pequena alteração no Código de Trânsito Brasileiro, incluindo um parágrafo que proibisse as motocicletas de circularem no chamado "corredor", isto é, entre os veículos” – Rogério Gentile, jornalista – Folha de S. Paulo, 12-04-2012.

Proteção


“Não paramos de proteger as crianças delas mesmas e do mundo, mas as protegemos tanto que fica difícil não imaginar que queiramos sobretudo (ou também) protegê-las de nós mesmos” – Contardo Calligaris, psicanalista – Folha de S. Paulo, 12-04-2012.

Onze de abril!


"Onze de abril! Tremenda prova a que foi submetido o povo venezuelano! Bendito seja meu povo! Viveremos e venceremos!" – Hugo Chávez, presidente da Venezuela – O Estado de S. Paulo, 12-04-2012.

Esclarecimento

“A coluna cometeu ontem elogio indevido a Márcio Thomaz Bastos, que impetrou, mas ainda não obteve habeas-corpus para Carlinhos Cachoeira. Ratifica-se, entretanto, o aposto de “ex-ministro mais cheiroso do Brasil” aqui atrelado ao nome do criminalista” – Tutty Vasques, humorista – O Estado de S. Paulo, 12-04-2012.

País de gordos

“Se quase metade dos brasileiros está comprovadamente acima do peso, por que diabos a imprensa só pega no pé do Adriano?” – Tutty Vasques, humorista – O Estado de S. Paulo, 12-04-2012.

Mal comparando

“Coincidiu de Brasil e Coreia do Norte comemorarem na mesma semana os centenários de Mazzaropi e Kim Il-sung, mas nem por isso a gente vai sair por aí soltando foguete, certo?” – Tutty Vasques, humorista – O Estado de S. Paulo, 12-04-2012.

Parabéns!

“Parabéns, Neymar, por lotar o Congresso! Coisa que não acontece há décadas. Até fantasmas, laranjas e os 800 parentes do Sarney apareceram pra pedir autógrafo!” – José Simão, humorista – Folha de S. Paulo, 12-04-2012.

Neymar e Sarney

“Daqui a cem anos, quando o Sarney morrer, a gente bota o Neymar pra presidente do Senado. Pro bicentenário do Santos” – José Simão, humorista – Folha de S. Paulo, 12-04-2012.

Palmada

“Olha só o que um cara escreveu no meu Twitter: "A Lei da Palmada deveria ser aplicada às testemunhas de Jeová que ficam batendo palma na frente da minha casa nas manhãs de domingo!" – José Simão, humorista – Folha de S. Paulo, 12-04-2012.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Frases do dia - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV