Obras da Hidrelétrica Teles Pires são retomadas

Revista ihu on-line

Gênero e violência - Um debate sobre a vulnerabilidade de mulheres e LGBTs

Edição: 507

Leia mais

Os coletivos criminais e o aparato policial. A vida na periferia sob cerco

Edição: 506

Leia mais

Giorgio Agamben e a impossibilidade de salvação da modernidade e da política moderna

Edição: 505

Leia mais

Mais Lidos

  • Hábito não é fidelidade. Buscando entender a atitude de fechamento e hostilidade de muitos padres. Artigo de Giulio Cirignano

    LER MAIS
  • José Alberto Baldissera, professor de História. Em memória

    LER MAIS
  • Artigo do L’Osservtore Romano diz que o “principal obstáculo” a Francisco são os bispos e padres

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU

close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Por: Cesar Sanson | 11 Abril 2012

O presidente do Tribunal Regional Federal da Primeira Região, desembargador federal Olindo Menezes, determinou a suspensão da decisão liminar da 2ª Vara Federal em Mato Grosso que estabeleceu a paralisação das obras da Usina Hidrelétrica Teles Pires, que está sendo construída no Rio Teles Pires, entre os estados do Pará e de Mato Grosso.

A reportagem é de Sabrina Craide e publicada pela Agência Brasil, 10-04-2012.

As obras foram paralisadas no final de março, depois que a liminar invalidou a licença de instalação concedida pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) em agosto do ano passado.

Com a nova decisão, a Companhia Hidrelétrica Teles Pires disse que as obras foram retomadas, assim como as medidas de atendimento às condicionantes, incluindo as ações compensatórias aos municípios de Paranaíta, Alta Floresta e Jacareacanga.

O pedido de suspensão da obra foi do Ministério Público Federal (MPF) no Pará e em Mato Grosso e pelo Ministério Público Estadual de Mato Grosso. Entre as irregularidades apontadas, está a falta de consulta prévia aos povos indígenas que serão afetados pelo projeto.

A Usina Teles Pires tem previsão de ser concluída em agosto de 2015 e terá capacidade de gerar 1.820 megawatts. O custo estimado da obra é R$ 4 bilhões.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Instituto Humanitas Unisinos - IHU - Obras da Hidrelétrica Teles Pires são retomadas