Rondônia quer Exército na segurança de hidrelétricas

Revista ihu on-line

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Clarice Lispector. Uma literatura encravada na mística

Edição: 547

Leia mais

Mais Lidos

  • Müller também se recusa, na 'TV do diabo', a participar do Sínodo

    LER MAIS
  • Aquele que veio para desconstruir e devastar - Frases dia

    LER MAIS
  • Desmatamento na Amazônia já chega a quase 9 mil km² em 2021, mostra Imazon

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


02 Abril 2012

O governo de Rondônia pediu ajuda ao Exército para garantir a segurança nas usinas de Jirau e Santo Antônio, no rio Madeira, onde trabalhadores estão em greve.

A reportagem é de Natália Cancian e publicada pelo jornal Folha de S. Paulo, 01-04-2012.

De acordo com a Secretaria de Segurança, Defesa e Cidadania, 30 homens da Força Nacional de Segurança já haviam chegado ao Estado na sexta-feira.

Caso a greve continue, um segundo reforço, em número ainda não divulgado, deve chegar amanhã ao local, afirma a secretaria estadual.

As tropas devem se juntar a um efetivo de 250 homens - cerca de 50 da Força Nacional de Segurança e 200 policiais militares - que já atuavam na região.

Desse total, 80% estão em Jirau. De acordo com o governo estadual, o pedido foi necessário porque o Estado não tem condições de retirar o policiamento das ruas.

Na quinta-feira, um tumulto perto do refeitório na usina de Santo Antônio foi contido com bombas de gás.

Ao lado de Belo Monte (PA), que entrou em greve parcial na semana passada, Jirau e Santo Antônio, que juntas têm cerca de 35 mil operários, são as maiores hidrelétricas em construção no país. Jirau está parada há 24 dias, e Santo Antônio, há 11.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Rondônia quer Exército na segurança de hidrelétricas - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV