Indústria salva pela fé

Revista ihu on-line

A ‘uberização’ e as encruzilhadas do mundo do trabalho

Edição: 503

Leia mais

Sociabilidade 2.0 Relações humanas nas redes digitais

Edição: 502

Leia mais

O Holocausto no cinema. Algumas aproximações

Edição: 501

Leia mais

Mais Lidos

  • "Ruralistas têm respaldo para fazer o que quiserem" diz Comissão Pastoral da Terra

    LER MAIS
  • "Às vezes, a Igreja caiu em uma teologia do 'pode' e do 'não pode'"

    LER MAIS
  • A periferia liberal e os riscos da disputa narrativa “dos pobres”

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU

close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

20 Março 2012

Deus definitivamente ajuda a quem lança CDs religiosos. Na lista dos dez mais vendidos de 2011, estão quatro padres e uma cantora evangélica. O campeão é o Padre Marcelo Rossi e seu Ágape Musical, 1,5 milhão de cópias em quatro meses. Ele e a sertaneja Paula Fernandes, que fisgou com dois CDs o segundo e o terceiro lugares (eles somam 1 milhão, sendo dela também o DVD número um), ajudaram a indústria a alcançar resultados positivos na comparação com 2010: a Associação Brasileira de Produtores de Discos (ABPD) registrou crescimento de 8,4%, sendo 7,6% relativo a CDs, DVDs e Blu-Rays e 12,8% no digital.

A reportagem é de Roberta Pennafort e publicada pelo jornal O Estado de S. Paulo, 20-03-2012.

A fatia do digital está em 16% do mercado, e ainda tem muito a crescer - nos Estados Unidos, já é metade do bolo. Em média, no mundo, a proporção é de 30%. O impacto da chegada ao Brasil do iTunes, maior loja de downloads de todas, ainda não foi medido, já que o início da operação foi no meio de dezembro.

Nos números de 2012, deverá fazer a diferença. A loja brasileira já é maior do que a da Espanha, segundo informação passada ao presidente da Universal, José Carlos Eboli (à imprensa não são divulgados esses dados).

Ele celebra seu fenômeno Paula Fernandes, comprovado também nos 500 mil downloads pagos. "Os números dela foram justamente a diferença de um ano para o outro (no meio físico). Ela não existia no mercado até então." O Padre Marcelo, por sua vez, tem 13 anos de carreira discográfica. Já vendeu mais de 10,5 milhões de cópias.

Creditado à pirataria, o pior momento da indústria, segundo Paulo Rosa, presidente da ABPD, foi de 2002 a 2006. De 2008 para cá, a venda física mantém-se estável, e a digital, sobe. "Qualquer projeção é sempre perigosa. Mas o que vemos é que o mercado físico não precisa desaparecer necessariamente", diz Rosa.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Instituto Humanitas Unisinos - IHU - Indústria salva pela fé