Empresa é multada por omitir informação sobre transgênicos

Revista ihu on-line

Gauchismo - A tradição inventada e as disputas pela memória

Edição: 493

Leia mais

Financeirização, Crise Sistêmica e Políticas Públicas

Edição: 492

Leia mais

SUS por um fio. De sistema público e universal de saúde a simples negócio

Edição: 491

Leia mais

Mais Lidos

  • O Papa Francisco fracassou?

    LER MAIS
  • Para uma espiritualidade política

    LER MAIS
  • “Francisco é o primeiro Papa que fala das causas da injustiça no mundo”. Entrevista com Frei B

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU

close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

06 Janeiro 2012

O Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor, do Ministério da Justiça, multou ontem a empresa Alimentos Zaeli Ltda. em R$ 548 mil por omitir, no rótulo de um produto, a presença de ingrediente transgênico. A fiscalização foi coordenada com os Procons estaduais de Mato Grosso, São Paulo e Bahia.

A informação é do jornal O Estado de S. Paulo, 06-01-2012.

De acordo com o Código de Defesa do Consumidor e com o decreto 4.680/2003, a empresa é obrigada a informar no rótulo do alimento a presença de mais de 1% de ingredientes transgênicos. A farinha de milho fubá fino Mimoso, da Zaeli Alimentos, apresentou 22% de milho geneticamente modificado. Em nota, a empresa informa que vai recorrer da decisão. Afirma que os testes realizados não seguiram os procedimentos legais, como a intimação da companhia para acompanhar o exame. Segundo a Zaeli, também não foi dada a oportunidade de realização de uma contraprova do teste.