Epifania com consistório

Revista ihu on-line

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Mais Lidos

  • Viagem ao inferno do trabalho em plataformas

    LER MAIS
  • Metaverso? Uma solução em busca de um problema. Entrevista com Luciano Floridi

    LER MAIS
  • A implementação do Concílio no governo do Papa Bergoglio. Artigo de Daniele Menozzi

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


06 Janeiro 2012

Bento XVI, no término da missa da Epifania que ele celebrará nesta quinta-feira, 5 de janeiro, em São Pedro, vai anunciar a lista dos novos cardeais que irão receber o barrete vermelho no quarto consistório do seu pontificado.

A reportagem é de Andrea Tornielli, publicada no sítio Vatican Insider, 05-01-2012. A tradução é de Moisés Sbardelotto.

A lista deve conter 15 nomes de purpurados com menos de 80 anos e, portanto, potenciais eleitores em caso de conclave, mais dois ou três com mais de 80 anos. A data mais provável para a cerimônia durante a qual o pontífice imporá o barrete vermelho aos novos "príncipes da Igreja" é o sábado 18 de fevereiro. No dia seguinte, domingo, 19 de fevereiro, deve ocorrer a solene celebração durante a qual Bento XVI dará aos novos purpurados o anel cardinalício de novo feitio, preparado para a ocasião pelos irmãos Savi.

Aquele que será anunciado nas próximas horas é o quarto consistório de Bento XVI. Os cardeais por ele criados com direito a voto em um conclave superarão pela primeira vez os de nomeação wojtyliana. No consistório de novembro de 2010, metade dos postos foram designados aos chefes de dicastérios e de escritórios da Cúria Romana. Desta vez, poderiam ser até mais.

Estes são os chefes de dicastério que esperam a púrpura: os italianos Fernando Filoni (prefeito da Propaganda Fide), Domenico Calcagno (presidente da APSA [Administração do Patrimônio da Santa Sé]), Giuseppe Bertello (presidente do Governatorato do Estado da Cidade do Vaticano) e Giuseppe Versaldi (presidente da Prefeitura dos Assuntos Econômicos da Santa Sé, mas ainda bispo de Alexandria); o brasileiro João Braz de Aviz (prefeito da Congregação para os Religiosos), o norte-americano Edwin F. O'Brien (pró-grão-mestre da Ordem Equestre do Santo Sepulcro), o espanhol Santos Abril y Castelló (arcipreste da Basílica Papal de Santa Maria Maior) e o novo penitenciário maior da Santa Igreja Romana, o português Manuel Monteiro Castro, recém-nomeado no dia 3. E é certa a presença entre os novos cardeais do arcebispo Francesco Coccopalmerio, presidente do Pontifício Conselho para os Textos Legislativos.

Dado o número de novos purpurados da Cúria Romana, não será possível ampliar o giro de barretes vermelhos para os bispos que presidem as grandes dioceses do mundo. E, portanto, se fará valer a regra não escrita que prevê que não se dê a púrpura a quem tem o antecessor emérito com menos de 80 anos.

São considerados cardeais certos os novos arcebispos de Berlim (Rainer Maria Woelki), de Toronto (Thomas C. Collins) e de Utrecht (Willem J. Eijk), o bispo de Hong Kong (John Tong, cujo antecessor completa 80 anos no dia 16 de Janeiro), além do novo patriarca maronita do Líbano, Bechara Rai, e o novo arcebispo maior dos siro-malabareses da Índia, George Alencherry. A lista também inclui o nome do pastor de Florença, Giuseppe Betori.

Outros dois possíveis candidatos são o arcebispo de Nova York, Timothy Dolan, e o arcebispo de Praga, Dominik Duka, cujos antecessores completarão 80 anos no dia 2 de abril e 17 de maio de 2012, respectivamente.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Epifania com consistório - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV