Antropólogo também se exilou

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • “Se vocês se sentirem como eminências, estarão fora do caminho”. As palavras do Papa Francisco aos novos cardeais quando também condenou a corrupção na Igreja

    LER MAIS
  • Como viver o Advento em tempos de quarentena

    LER MAIS
  • A vacina vai nos ajudar, mas não vai nos livrar das pandemias

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


01 Novembro 2011

Marcelo Freixo repete a trajetória de um conterrâneo seu, que também ganhou fama atuando em denúncias de criminalidade. É o antropólogo fluminense Luiz Eduardo Soares, um dos autores de Elite da Tropa, livro que mostra a violência do ponto de vista do policial e cuja obra serviu de base para a série de filmes Tropa de Elite.

A informação é do jornal Zero Hora, 01-11-2011.

Soares era secretário de Segurança Pública do Rio de Janeiro, entre 1999 e 2000, quando recebeu ameaças de morte após denunciar a chamada “banda podre” das polícias. Após defender a atitude do cineasta João Moreira Salles, que supostamente pagava mesada ao traficante Marcinho VP como tentativa de reencaminhar o criminoso, Soares foi demitido pelo então governador Anthony Garotinho (PDT), ao vivo, durante programa de TV.

Sem contar com a proteção que teria como secretário de Estado, Soares decidiu sair do Rio. Buscou exílio nos Estados Unidos. Ao retornar ao Brasil, em 2002, trabalhou um período como consultor de segurança pública da prefeitura de Porto Alegre. Entre janeiro e outubro de 2003, foi secretário Nacional de Segurança Pública. Também foi professor em universidades brasileiras e norte-americanas.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Antropólogo também se exilou - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV