G-7 marca reunião extraordinária para discutir crise

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • Bolsonaro é retratado como criminoso de guerra em vídeo sobre Amazônia

    LER MAIS
  • É desumano continuar a morrer sozinhos. E não digam que não poderia ter sido feito de outra forma

    LER MAIS
  • A vacina não é um bem comum

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


05 Agosto 2011

O grupo dos países mais desenvolvidos do mundo (G-7) irá se reunir nos próximos dias para discutir uma resposta ao agravamento da crise econômica mundial. O encontro extraordinário reunirá líderes dos Estados Unidos, Japão, Alemanha, Reino Unido, França, Itália e o Canadá. Tudo indica que a reunião acontecerá na próxima semana.

A informação é de Jamil Chade e publicada pelo jornal O Estado de S. Paulo, 06-08-2011.

A decisão da reunião surgiu após uma conversa entre o presidente francês, Nicolas Sarkozy, e o primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi.

Nessa sexta-feira, a Itália disse que o país vai acelerar o cronograma da sua consolidação fiscal e introduzir uma emenda para equilibrar o orçamento na sua Constituição, como parte de um acordo com a União Europeia. O primeiro-ministro afirmou ainda que seu governo vai eliminar o déficit orçamentário em 2013, um ano antes do esperado. A decisão acalmou, em parte, o nervosismo dos mercados.

Ainda hoje, Berlusconi deve conversar com o presidente americano, Barack Obama.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

G-7 marca reunião extraordinária para discutir crise - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV