Com lei sobre uniões civis, agências católicas de adoção correm o risco de fechar nos EUA

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • “O risco que eu estou correndo é cada vez maior, e a responsabilidade vocês sabem de quem é”, denuncia padre Júlio Lancellotti

    LER MAIS
  • A nova encíclica de Francisco nascida do diálogo com o Islã e do Covid. Artigo de Alberto Melloni

    LER MAIS
  • Padre Julio Lancellotti recebe novas ameaças após ataques virtuais de deputado

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


16 Julho 2011

No Estado de Illinois, as estruturas que se ocupam de adoções são obrigados a aceitar as exigências dos casais homossexuais.

A reportagem é de Mauro Pianta, publicada no sítio Vatican Insider, 15-07-2011. A tradução é de Moisés Sbardelotto.

Chega ao fim a renovação da convenção para os serviços de adoção e proteção entre as agências católicas e o Estado de Illinois. A decisão, relatada pela Rádio do Vaticano, é consequência direta da nova lei sobre as uniões civis também entre pessoas do mesmo sexo, que entrou em vigor no dia 1º de julho.

O Religious Freedom Protection and Civil Union Act reconhece, de facto, aos casais do mesmo sexo, os mesmos direitos daqueles casais formados entre um homem e uma mulher e regularmente unidos em matrimônio. Entre esses direitos, está incluída a possibilidade de adotar crianças.

É por isso que todas as agências que se ocupam de adoção, sem exceção, são obrigadas a aceitar os pedidos de adoção de casais homossexuais, mesmo que isso seja contrário aos seus princípios de fé, sob pena de fechar. As quatro agências de caridade católicas do Illinois encontram-se justamente nessa situação. De seu lado, essas estruturas pediram uma suspensão da decisão que envolverá 1.997 crianças em custódia familiar.

Atualmente, são seis os Estados norte-americanos que reconhecem em suas próprias legislações as uniões civis ou matrimônios homossexuais. Além de Illinois, estão: Califórnia, Nevada, New Jersey, Oregon e Washington.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Com lei sobre uniões civis, agências católicas de adoção correm o risco de fechar nos EUA - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV