Chernobyl receberá um novo sarcófago

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • Os Padres da Caminhada se solidarizam com o padre Riva, vítima de racismo em Alfenas – MG

    LER MAIS
  • Acabemos com o sistema clerical

    LER MAIS
  • O que a dor nos ensina. Artigo de Corrado Augias

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


19 Abril 2011

Uma conferência de doadores celebrada nesta terça-feira (19) em Kiev arrecadou € 550 milhões  (US$ 785 milhões) dos € 740 milhões (US$ 1,06 bilhão) necessários para construir um novo sarcófago na central nuclear ucraniana de Chernobyl, cenário de um grave acidente nuclear em 1986.

A reportagem é do sítio G1, 19-04-2011.

"As contribuições anunciadas esta manhã permitem reunir, após um novo cálculo corrigido, a notável quantia de € 550 milhões", declarou o primeiro-ministro francês, François Fillon, após a conferência de doadores que copresidiu, já que a França é a atual presidente do G8.

Inicialmente, Fillon havia anunciado a arrecadação de € 575 milhões. "Estamos à altura do que está em jogo", disse Fillon. Para Fillon, este é um "valor mínimo", já que vários países se comprometeram, mas não estavam em condições de anunciar a quantia exata nesta terça-feira.

Usina de Chernobyl, daniifcada após a explosão, em foto de maio de 1986 (Foto: AP)

O presidente da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso, prometeu que a União Europeia (UE) contribuirá com € 110 milhões, enquanto os Estados Unidos prometeram US$ 123 milhões (€ 86 milhões). A França anunciou uma contribuição de € 47 milhões, a Alemanha de € 42 milhões, o Reino Unido de 28,5 milhões de libras (€ 32,45 milhões) e a Rússia de € 45 milhões.

O presidente ucraniano Viktor Yanukovich elogiou o resultado "sem precedentes" da conferência. "Reunir os recursos não foi fácil, em consequência das dificuldades provocadas pela crise econômica e financeira. Apesar de tudo, conseguimos um apoio firme", disse.

"Concluir este projeto é importante para o povo ucraniano, mas também tem dimensão mundial", destacou. O presidente recordou que, para que Chernobyl se torne "ecologicamente seguro", é necessário "construir um novo sarcófago ao redor do reator acidentado, assim como um depósito seguro para o combustível nuclear usado". "O acidente na central nuclear japonesa de Fukushima demonstrou que a segurança nuclear ignora as fronteiras nacionais", acrescentou Yanukovich.

Representantes de mais de 50 países participaram nesta terça-feira em Kiev em uma conferência internacional de doadores para tentar arrecadar os € 740 milhões (US$ 1,06 bilhão) que faltam para construir um novo sarcófago no reator da central nuclear ucraniana de Chernobyl.

A central de Chernobyl, 100 km ao norte de Kiev, foi cenário da pior catástrofe nuclear da história, quando o quarto reator explodiu em 26 de abril de 1986, contaminando boa parte da Europa, em especial Ucrânia, Belarus e Rússia.
A unidade acidentada foi coberta em 1986 com cimento, mas a `capa`, construída rapidamente, apresenta fissuras atualmente.

Um consórcio formado pelas empresas francesas Bouygues e Vinci venceu em 2007 uma licitação para a construção de um novo sarcófago, financiado por um fundo internacional administrado pelo Banco Europeu para a Reconstrução e o Desenvolvimento (BERD).

 

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Chernobyl receberá um novo sarcófago - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV