Paralisação de operários afeta obras do PAC

Revista ihu on-line

A ‘uberização’ e as encruzilhadas do mundo do trabalho

Edição: 503

Leia mais

Sociabilidade 2.0 Relações humanas nas redes digitais

Edição: 502

Leia mais

O Holocausto no cinema. Algumas aproximações

Edição: 501

Leia mais

Mais Lidos

  • "Não sejam mais papistas do que o papa, mais restritivos do que a Igreja", pede Francisco aos leigo

    LER MAIS
  • Flagrantes da greve geral pelo Brasil no twitter

    LER MAIS
  • Francisco no Egito: diálogo e cidadania das religiões. Artigo de Massimo Faggioli

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU

close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

24 Março 2011

Pelo menos cinco grandes obras de infraestrutura que estão incluídas no PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) foram paralisadas nas últimas duas semanas em razão de protestos de trabalhadores.

A notícia é do jornal Folha de S. Paulo, 25-03-2011.

O número de operários parados nos canteiros de obras foi de quase 80 mil.

Manifestações recentes atingiram inclusive obras do Minha Casa, Minha Vida no Maranhão, que pararam durante nove dias em janeiro.

Atualmente, além das usinas de Jirau e Santo Antônio (Rondônia), as obras da refinaria Abreu e Lima e da Petroquímica Suape (Pernambuco) e da termelétrica de Pecém (Ceará) estão paradas.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Instituto Humanitas Unisinos - IHU - Paralisação de operários afeta obras do PAC