Quatro bispos são acusados de cumplicidade no caso Karadima

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • As duras palavras de Francisco à Igreja: as murmurações abafam a profecia

    LER MAIS
  • Uma espiritualidade do viver

    LER MAIS
  • Crise alimentar mundial: “Estamos à beira de uma pandemia de fome”

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


21 Março 2011

O jornalista Juan Carlos Cruz, uma das cinco vítimas de abusos sexuais pelos quais o Vaticano condenou o sacerdote Fernando Karadima, acusou quatro dos atuais cinco bispos chilenos vinculados à Paróquia Sagrado Coração de El Bosque, que atende a um setor de fiéis mais conservadores.

A reportagem está publicada no sítio espanhol Religión Digital, 21-03-2011. A tradução é do Cepat.

"Viam tudo e não faziam nada, estavam parados ao meu lado quando eu via algo impróprio... estamos falando de sacerdotes e de atuais bispos, entre outros (Andrés) Arteaga, dos bispos da (Paróquia) El Bosque", declarou à Radio Biobío.

A emissora de rádio identificou que, além de Arteaga, bispo auxiliar de Santiago e até três semanas atrás, vice-chanceler da Universidade Católica, seriam cúmplices o bispo de Talca, Horacio Valenzuela; o bispo castrense Juan Carlos Madrid e o bispo de Linares, Tomislav Koljatic.

Soledad Ruiz, da Rede Chilena Contra a Violência Doméstica e Sexual, disse à mesma rádio que "não são apenas depreciáveis os fatos que Karadima cometeu, mas também o silêncio e a ocultação que a própria Igreja Católica fez".

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Quatro bispos são acusados de cumplicidade no caso Karadima - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV