O CELAM chama os bispos “a fomentar a comunhão, a colegialidade e a sinodalidade em todas as nossas igrejas”

Revista ihu on-line

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Clarice Lispector. Uma literatura encravada na mística

Edição: 547

Leia mais

Mais Lidos

  • Rico ri à toa

    LER MAIS
  • Charles Chaput, arcebispo emérito da Filadélfia, chama o Papa Francisco de mentiroso

    LER MAIS
  • Por dentro do Sínodo: falar com franqueza, ouvir com atenção. Artigo de Austen Ivereigh

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


24 Mai 2021

 

Numa mensagem às Conferências Episcopais da América Latina e do Caribe, no final da 38ª Assembleia Geral do Conselho Episcopal Latino-americano (CELAM), os participantes do encontro, celebrado virtualmente de 18 a 21 de maio, onde dizem ter refletido sobre a realidade na perspectiva do processo de Renovação e Reestruturação do CELAM, que tem sido aprovado pela assembleia, em vista de uma “proposta de uma abordagem pastoral, como uma Igreja sinodal em saída”.

A reportagem é de Luis Miguel Modino.

A assembleia, segundo a mensagem, tem sido momento para refletir sobre a Assembleia da América Latina e do Caribe e a Conferência Eclesial da Amazônia (CEAMA). O CELAM diz querer prestar um serviço “em chave de sinodalidade, colegialidade, conversão integral, com voz profética, visão integradora continental, articulando uma ‘rede de redes’, promovendo a descentralização e relevância, acolhendo e contribuindo para o Magistério da Igreja”.

Desde o encontro com Jesus Cristo, o CELAM propõe “fomentar a comunhão, a colegialidade e a sinodalidade em todas as nossas igrejas e promova a opção preferencial pelos pobres e o cuidado da casa comum como sinais visíveis da presença do Reino de Deus no nosso meio”. Junto com isso destacam a importância da Palavra e de avançar “sem medo e com e com audácia ao longo dos novos caminhos que o Espírito nos apresenta”.

 

Eis a mensagem.

 

CONSELHO EPISCOPAL LATINO-AMERICANO

PRESIDÊNCIA

"Somos todos discípulos missionários em saída"

MENSAGEM DOS PARTICIPANTES DA 38ª ASSEMBLEIA GERAL DO CELAM ÀS CONFERÊNCIAS EPISCOPAIS DA AMÉRICA LATINA E DO CARIBE

"Eis que estou fazendo algo novo, não o reconheces?

Isaías, 43.19

Bogotá, D.C., 21 de maio de 2021

Sob o lema "Tecendo sonhos, renovando compromissos", e num clima marcado pelas limitações e desafios colocados pela complexa situação sanitária e social que estamos hoje vivendo, de 18 a 21 de maio de 2021, realizámos a 38ª Assembleia Geral do CELAM.

Nela, num espírito de comunhão e fraternidade, fizemos um "olhar contemplativo sobre a realidade da América Latina e do Caribe, com uma visão universal e de esperança, e em perspectiva para o ano 2031 - 2033". Da mesma forma, iluminámos esta realidade desde os “fundamentos teológicos, eclesiológicos e pastorais do processo de Renovação e Reestruturação do CELAM”, e aprofundámos numa "proposta de uma abordagem pastoral, como uma Igreja sinodal em saída, para o desenvolvimento humano e integral das pessoas e comunidades”.

Também tivemos a oportunidade de refletir sobre o progresso da Assembleia Eclesial da América Latina e do Caribe, Aparecida: "Memória e Desafios"; e sobre a Conferência Eclesial da Amazônia, Aparecida: "Memória e Desafios", e sobre a Conferência Eclesial da Amazônia (CEAMA), instâncias de escuta, de diálogo e de renovado dinamismo evangelizador para as nossas igrejas.

Tudo isto, enquadrado no profundo desejo de responder ao mandato dado na 37ª Assembleia realizada nas Honduras em 2019, e para levar adiante o Processo de Renovação e Reestruturação do CELAM.

Hoje gostaríamos de vos apresentar o documento que orienta o início desta caminhada deste Projeto de Renovação e Reestruturação, onde nesta Assembleia Geral aprovámos a nova estrutura pastoral do CELAM. É o produto de um longo e intenso processo de discernimento que tem envolvido muitos e diversos agentes pastorais e instituições eclesiais, e que tem exigido numerosas consultas, através das quais realizámos um exercício concreto e operativo da sinodalidade eclesial e da colegialidade episcopal.

Nele aparece a importância do serviço que o CELAM é chamado a prestar, nos próximos anos, às Conferências Episcopais e a todas as Igrejas particulares do continente, em chave de sinodalidade, colegialidade, conversão integral, com voz profética, visão integradora continental, articulando uma "rede de redes", promovendo a descentralização e relevância, acolhendo e contribuindo para o Magistério da Igreja.

O presente documento pretende ser um instrumento que provoca e favorece em todos os membros do Povo de Deus uma experiência pessoal e comunitária com Jesus Cristo, de tal forma que a alegria deste encontro possa fomentar a comunhão, a colegialidade e a sinodalidade em todas as nossas igrejas e promova a opção preferencial pelos pobres e o cuidado da casa comum como sinais visíveis da presença do Reino de Deus no nosso meio.

Para nós, como discípulos missionários de Jesus Cristo, configurados com os sentimentos do Bom Pastor, e pastores do Povo santo de Deus que peregrina entre os povos da América Latina e do Caribe, cabe-nos a nós assumir, animar e promover este Projeto de Renovação e Reestruturação do CELAM, com base numa leitura orante da Palavra e numa leitura crente, analítica, com base na realidade dos sinais dos tempos. Acompanhando os nossos povos e juntamente com eles, avancemos sem medo e com e com audácia ao longo dos novos caminhos que o Espírito nos apresenta!

Encorajamo-los a fazer parte deste projeto para o qual todos somos chamados. Que Santa Maria, Nossa Senhora de Guadalupe, a mulher do coração ardente, acompanhe-nos, e que São José, cujo ano celebramos, nos guie nesta tarefa.

Dom Miguel Cabrejos Vidarte, O.F.M.
Arcebispo de Trujillo, Peru
Presidente

Card. Odilo Pedro Scherer
Arcebispo de São Paulo, Brasil
Primeiro Vice-Presidente

Card. Leopoldo José Brenes Solórzano
Arcebispo de Manágua, Nicarágua
Segundo Vice-Presidente

Dom Rogelio Cabrera López
Arcebispo de Monterrey, México
Presidente do Conselho para os Assuntos Económicos

Dom Jorge Eduardo Lozano
Arcebispo de San Juan de Cuyo, Argentina
Secretário-Geral

 

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

O CELAM chama os bispos “a fomentar a comunhão, a colegialidade e a sinodalidade em todas as nossas igrejas” - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV