O crescimento dos distúrbios alimentares

Revista ihu on-line

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Clarice Lispector. Uma literatura encravada na mística

Edição: 547

Leia mais

Mais Lidos

  • Trabalhador rural cultiva alimento, mas não pode pagar refeição, diz agência da ONU

    LER MAIS
  • Refazer os padres, repensando os seminários. Artigo de Erio Castellucci

    LER MAIS
  • Com inflação e cortes, auxílio emergencial que comprava cesta básica hoje compra só 23%

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


15 Dezembro 2006

A Biblioteca Virtual de Saúde do Ministério da Saúde divulgou uma pesquisa que apresentou estatísticas dramáticas sobre os distúrbios alimentares. Esses dados mostram que 1% da população mundial sofre de anorexia ou bulimia e 90% desses pacientes são mulheres.

Os pacientes com anorexia nervosa iniciam o quadro em geral entre 13 e 18 anos. São pessoas que apresentam algumas características de personalidade, tais como alto grau de perfeccionismo e exigência, que apresentam dificuldades no seu processo de autonomia e crescimento e são extremamente obstinadas. Já a bulimia nervosa tem início um pouco mais tardio, oscilando entre os 16 e 25 anos.

Grande parte dos profissionais de saúde, como pediatras, clínicos gerais, ginecologistas, endocrinologistas e psicólogos não são bem treinados para lidar com esses transtornos. O número de profissionais especializados que trabalha com o tema ainda é restrito, porém vêm crescendo nas últimas décadas.

(cfr. notícia do dia 15-11-06, desta página).

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

O crescimento dos distúrbios alimentares - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV