COP26. Fé e ciência unidas contra a mudança climática

Revista ihu on-line

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Mais Lidos

  • “Os pecados da carne não são os mais graves. Os mais graves são aqueles que têm mais 'angelicalidade': a soberba, o ódio”. Entrevista do Papa Francisco

    LER MAIS
  • Digital, serial, algorítmica, a cultura do século XXI chegou

    LER MAIS
  • Ômicron, natureza e arrogância humana: uma guerra entre patógenos e humanos. Artigo de Alexandre A. Martins

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


21 Junho 2021

 

Foi apresentado na Sala de Imprensa da Santa Sé “Fé e Ciência”, um evento de preparação à conferência sobre o clima que será celebrado no próximo outono em Glasgow e que reunirá líderes religiosos e científicos. O Secretário para as Relações com os Estados, dom Gallagher afirmou: “temas queridos pelo Papa Francisco, impossível não assistir”.

A reportagem é de Michele Raviart, publicada por Vatican News, 17-06-2021. A tradução é de Wagner Fernandes de Azevedo.

Que tipo de vida queremos levar nos próximos anos? Que tipo de mundo queremos deixar às gerações futuras nas próximas décadas? A estas perguntas, estreitamente vinculadas ao cuidado do planeta e às soluções para fazer frente à mudança climática, a comunidade internacional tentará dar algumas respostas na COP26 das Nações Unidas, que será celebrada em Glasgow, no próximo mês de novembro.

 

A “tempestade perfeita”

Entre os eventos preparatórios para a conferência sobre o clima se celebrará, no próximo 04 de outubro, o encontro “Fé e ciência: rumo à COP26”, organizado pela Embaixada da Itália com a Santa Sé e a Embaixada do Reino Unido, que ocorrerá no Vaticano e em Roma, e que foi apresentado nesta manhã na Sala de Imprensa da Santa Sé. Entre a crise econômica, social e alimentar, a qual se somou também a pandemia no último ano, o mundo se encontra em uma espécie de “tempestade perfeita”, com os temas queridos pelo Papa Francisco desde o início de seu pontificado e expostos em sua encíclica Laudato Si', de 2015, agora postos na agenda. “Todas as questões mais críticas relativas ao cuidado da casa comum”, de fato, recordou dom Paul Gallagher, “estão produzindo neste momento e a urgência de responder é cada vez maior”.

 

A sensibilidade da Igreja

Tudo está interligado”, e por isso para a Santa Sé nunca houve dúvidas sobre a oportunidade de se somar a esta iniciativa e dar sua contribuição. “As questões do meio ambiente e a crise ambiental – recorda dom Gallagher ao Vatican News – são alguns dos temas a que o Santo Padre é mais sensível. Tivemos a Laudato Si' e tivemos muitas iniciativas sobre estes temas. Há uma grande sensibilidade em toda a Igreja e no mundo, pelos quais, para nós participar e animar estar iniciativas, como a organizada pela Embaixada da Grã-Bretanha e Itália é algo quase automático”.

 

Diálogo entre fé e ciência

Quarenta líderes religiosos de todo o mundo e dez cientistas participarão do “Fé e Ciência”, debatendo e comparando questões ecológicas e sociais. As religiões darão uma contribuição importante porque, segundo Gallagher, elas têm uma visão integrada que abrange todos os aspectos da vida humana. “A ideia – frisou – é que haja um diálogo entre fé e ciência, porque muitas vezes na história a fé se opôs à ciência e vice-versa, e agora vemos que em questões ambientais a ciência e a fé podem estar juntas e fazer uma contribuição importante. Um exemplo prático? Como podemos tornar nossas igrejas e lares mais eficientes? São a ciência e a engenharia que nos ensinam essas coisas. E também o que estamos fazendo de forma negativa nesta situação”.

 

Em direção a uma conversão ecológica

As conclusões do encontro “Fé e Ciência”, recordou Pietro Sebastiani, embaixador da Itália junto à Santa Sé, presente na coletiva de imprensa com a embaixadora da Grã-Bretanha junto à Santa Sé, Jane Axworthy, serão levadas a Glasgow. “Será uma oportunidade de renegociar a nossa relação com a natureza face à cultura da indiferença”, reiterou dom Gallagher, para repensar uma conversão ecológica da sociedade e aumentar a ambição dos responsáveis pelas decisões sobre estas questões.

 

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

COP26. Fé e ciência unidas contra a mudança climática - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV