Nota da IECLB sobre a Campanha da Fraternidade Ecumênica 2021

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • “A visibilidade que o Papa deu à guerra foi impressionante”. Entrevista com Dom Luiz Fernando, bispo de Pemba, Moçambique

    LER MAIS
  • Quem manda no Brasil

    LER MAIS
  • O Mapa da cloroquina: como governo Bolsonaro enviou 2,8 milhões de comprimidos para todo o Brasil

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


18 Fevereiro 2021

"A IECLB expressa seu compromisso com a Campanha da Fraternidade Ecumênica e sua solidariedade com a Pa. Romi e outras lideranças que estão sofrendo perseguição. A IECLB repudia veementemente os gestos de impiedade e brutalidade", manifesta a Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB), em nota sobre a Campanha da Fraternidade Ecumênica 2021, publicada por Portal Luteranos, 16-02-2021.

Eis a nota.

Desde o ano 2000 acontece, em intervalos de aproximadamente 5 anos, a Campanha da Fraternidade Ecumênica (CFE). A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), da Igreja Católica Apostólica Romana, convida igrejas e instituições a colaborar na definição do tema e na elaboração de materiais. A Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB) participou ativamente na preparação da CFE 2021, que tem como tema: “Fraternidade e Diálogo: Compromisso de Amor. O lema bíblico que fundamenta a Campanha é: Cristo é a nossa paz. Do que era dividido, fez uma unidade” (Efésios 2.14).

A CFE é manifestação de diálogo, expressão do compromisso de amor para promoção da paz. Ela é uma ação concreta na busca da unidade em Cristo, da qual participam muitas Comunidades. No entanto, pessoas que não entendem a necessidade e a magnitude desta ação menosprezam a Campanha. Infelizmente, também há pessoas que afrontam esta iniciativa e a agridem. Neste ano, a CFE está sendo atacada com mentiras, difamações e ameaças violentas, algumas delas dirigidas ao Conselho Nacional de Igrejas Cristãs (CONIC) e especialmente à sua Secretária Geral, Pastora Romi Márcia Bencke. A IECLB expressa seu compromisso com a Campanha da Fraternidade Ecumênica e sua solidariedade com a Pa. Romi e outras lideranças que estão sofrendo perseguição. A IECLB repudia veementemente os gestos de impiedade e brutalidade.

Rogamos a Deus que nos possibilite praticar o diálogo como promoção da paz e da unidade em Cristo. A IECLB se mantém firme nas palavras bíblicas: Cristo é a paz que nos une (Efésios 2.14). Não queremos muros de divisão, mas pontes de aproximação e comunhão.

Pa. Silvia Beatrice Genz – Pastora Presidente da IECLB

P. Odair Airton Braun – 1º Vice Presidente da IECLB

P. Dr. Mauro Batista de Souza – 2º Vice Presidente da IECLB

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Nota da IECLB sobre a Campanha da Fraternidade Ecumênica 2021 - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV