Lira promete defender valores cristãos e tem o apoio da bancada evangélica

Revista ihu on-line

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Mais Lidos

  • Viagem ao inferno do trabalho em plataformas

    LER MAIS
  • Metaverso? Uma solução em busca de um problema. Entrevista com Luciano Floridi

    LER MAIS
  • A implementação do Concílio no governo do Papa Bergoglio. Artigo de Daniele Menozzi

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


01 Fevereiro 2021

A bancada evangélica na Câmara manifestou apoio ao candidato Arthur Lira (PP-AL), 47 anos, para a presidência da Casa em troca de compromissos. Lira também é o candidato do presidente Jair Messias Bolsonaro.

A reportagem é de Edelberto Behs, jornalista.

Em entrevista ao portal Poder 360, o líder da bancada evangélica, Cezinha de Madureira (PSD-SP), revelou que Lira está comprometido com a “defesa dos princípios cristãos dos valores morais e do direito à vida em todas as suas etapas, da família tradicional e da independência e protagonismo do Poder Legislativo”.

Entre as exigências dos evangélicos constam questões relacionadas a dinheiro. “O deputado Lira tem um compromisso principalmente com a pauta tributária das entidades religiosas que às vezes são ameaçadas no Congresso de uma ou de outra forma”, disse Cezinha de Madureira.

Entidades religiosas devem pagar tributos como a Contribuição Social sobre Lucro Líquido (CSLL) e a contribuição previdenciária. Em 2020, projeto que tramitou no Congresso perdoou as dívidas das igrejas relativas à CSLL, mas Bolsonaro vetou o perdão.

Para Cezinha Madureira, às vezes há interpretações diversas quanto à imunidade tributária das igrejas. Este é um dos pontos que a bancada evangélica pretende defender na reforma tributária quando tramitar no Congresso. Ele adiantou que em 2021 a prioridade da bancada é barrar propostas como a flexibilização das leis sobre aborto e drogas.

Mesmo com o crescimento do número de casos e de mortes provocados pelo coronavírus no Brasil, Cezinha de Madureira entende que não devem ser adotadas restrições a cultos religiosos. Ele foi o primeiro congressista a pegar covid-19, em março de 2020. “Foi um susto muito grande”, relatou. Até janeiro passado, ao menos um em cada cinco congressistas já teve a doença, conforme levantamento do Poder360.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Lira promete defender valores cristãos e tem o apoio da bancada evangélica - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV