Fórum das Águas de Manaus – Carta de Intenções

Revista ihu on-line

A fagocitose do capital e as possibilidades de uma economia que faz viver e não mata

Edição: 537

Leia mais

Juventudes. Protagonismos, transformações e futuro

Edição: 536

Leia mais

No Brasil das reformas, retrocessos no mundo do trabalho

Edição: 535

Leia mais

Mais Lidos

  • Arcebispo brasileiro é atacado por liderar ''infiltração esquerdista'' na Igreja

    LER MAIS
  • A radical visão teológica do Papa Francisco

    LER MAIS
  • Opositores do Sínodo Pan-Amazônico descartam a doutrina social católica

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

15 Março 2019

"O Fórum das Águas quer lembrar à sociedade que a água é um bem precioso e nessa perspectiva possamos inspirar, animar, defender, dizer que a água não pode ser poluída e nem utilizada no modelo depredatório do agronegócio. Ser uma voz incansável a favor que a água seja tratada de modo inteligente, que seja recuperada a biodiversidade de nossos igarapés, tendo em vista a preservação do meio ambiente."

Eis a carta.

Nós representantes da sociedade civil, coletivo formado por entidades, movimentos sociais e lideranças comunitárias, e demais interessados na defesa da vida e na preservação da água, refletindo sobre os cuidados com a Casa Comum, apresentamos a carta de intenções do Fórum das Águas de Manaus.

O Fórum das Águas, surgiu em 2012, tendo como conjuntura a problemática do desabastecimento de água na cidade. A ideia despertou o interesse de lideranças comunitárias da zona norte e leste, movimentos sociais, organismos da igreja, representantes do poder público, alunos (as) do então Serviço de Ação, Reflexão e Educação Social – SARES, interessados em discutir o assunto e realizar ações que visassem à universalização do abastecimento de água e a efetivação de serviços de esgoto na cidade.

O Fórum das Águas tem como princípio ser espaço público, amplo e democrático, aberto ao debate de ideias e experiências, articulador de ações eficazes junto aos movimentos da sociedade civil, lideranças comunitárias, educadores ambientais e demais entidades contrárias ao ideário neoliberal, ao domínio do capital em transformar os recursos naturais e as fontes de água em mercadoria.

Consideramos que a água é um bem natural, precioso líquido presente em dois terços do planeta Terra, sendo tema dos mais importantes para a discussão e tomadas de decisões em favor das gerações do presente e do futuro para a vida de todos os povos, como também indispensável para a preservação do clima no planeta. E destaca-se que apesar da água ser um recurso natural renovável, tem se tornado pela ação do consumo não inconsciente da sociedade e pela ganância do poder, um recurso finito.

Propomos assim, caminhos para refletir sobre a degradação ambiental das águas das nascentes, lagos e igarapés e rios, por meio de um processo participativo que deve animar e suscitar pesquisas e estudos em todos os níveis educacionais e de avanços na legislação ambiental. Entendemos que defender as águas é um desafio que deve ter urgência e motivo de empenho e compromisso de governos e sociedade.

Por isso esta Carta de Intenções, chama a atenção para a importância de construir políticas públicas em Manaus, de modo que a gestão da água seja prioridade. Dentre os inúmeros motivos para cuidar da água, destacamos os principais: I) Manaus é a capital do Amazonas, Estado que concentra o maior volume de água doce do Planeta; II) a dinâmica do ciclo hidrológico influencia as condições do clima em escala global; III) proteger os recursos hídricos é um compromisso de todos, pela Humanidade.

Na perspectiva do Bem Viver, baseado na encíclica Laudato Sí', o Fórum das Águas, que comprometidos em linhas de reflexão e ação, sendo representados por seus participantes, buscam influenciar a participação popular, e incidir com focos em políticas públicas que possam eliminar quando não, minimizar problemas relacionados a impactos ambientais causados pela falta de política de saneamento básico, ausência de uma consciência amazônica de pertencimento e de uma cultura de descarte adequada.

O Fórum das Águas quer lembrar à sociedade que a água é um bem precioso e nessa perspectiva possamos inspirar, animar, defender, dizer que a água não pode ser poluída e nem utilizada no modelo depredatório do agronegócio. Ser uma voz incansável a favor que a água seja tratada de modo inteligente, que seja recuperada a biodiversidade de nossos igarapés, tendo em vista a preservação do meio ambiente. Assim, afirmamos compromisso público na luta em defesa da implementação de políticas de saneamento básico e na defesa e conservação de nossas nascentes, lagos, igarapés e rios.

Assinam a carta:

1. Serviço Amazônico de Ação, Reflexão e Educação Socioambiental - SARES
2. Movimento Salve o Mindu da Universidade do Estado do Amazonas – UEA
3. Comitê de Bacia Hidrográfica do Rio Tarumã-Açu - CBHTA
4. Instituto Sumaúma
5. Escola Municipal Francisca Nunes
6. Movimento Cultufuturista da Amazônia
7. Levante Popular da Juventude
8. Engajamundo.
9. Rede um grito pela vida;
10. Conselho de Leigos e Leigas da Arquidiocese de Manaus;
11. CEBs regional Norte 1;
12. Movimento Socioambiental SOS Encontro das Águas;
13. Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado do Amazonas;
14. Amigos Sementes da Natureza do Puraquequara;
15. Parque Municipal Nascente do Mindu;
16. Pastoral da Criança da Arquidiocese de Manaus.
17. Equipe Itinerante
18. Movimento de Mulheres Negras da Floresta –Dandara
19. Fórum Permanente das Mulheres de Manaus
20. Instituto Amazônico da Cidadania.
21. Remada Ambiental
22. Instituto Amazônico de Cidadania
23. Movimento de União por Moradia

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Fórum das Águas de Manaus – Carta de Intenções - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV