O menestrel das alagoas

Revista ihu on-line

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Mais Lidos

  • ‘Cultura do descarte e do ódio’ de governantes atuais lembra Hitler, confessa papa Francisco

    LER MAIS
  • Bolívia. “O elemento central da derrubada de Evo Morales não é a direita, mas o levante popular”. Entrevista com Fabio Luís Barbosa dos Santos

    LER MAIS
  • O que suponho que Lula deveria dizer. Artigo de Tarso Genro

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

09 Novembro 2018

"Num momento em que sentimos no ar um clima autoritário, que pode pôr em risco a convivência democrática, nos ajudam a refletir exemplos do período do fim da ditadura militar", escreve Luiz Alberto Gomez de Souza, sociólogo.

Eis o artigo. 

Num momento em que sentimos no ar um clima autoritário, que pode pôr em risco a convivência democrática, nos ajudam a refletir exemplos do período do fim da ditadura militar – onde mandava o torturador Ustra, festejado por alguns, inclusive pelo presidente eleito.

Em texto anterior falei da pregação patriota de Teotônio Vilela. Trago aqui a letra e a música de Milton Nascimento e Fernando Brant, O menestrel das Alagoas, cantada por Fafá de Belem e, ao final, palavras do próprio Teotônio.

E também o vídeo de um comício das diretas com a mesma música e a presença significativa de muitos políticos de diferentes partidos, de Ulisses a Lula, unidos na defesa das eleições diretas. Lição para uma frente em nossos dias.

Menestrel das Alagoas

Milton Nascimento e Fernando Brant.

Quem esse viajante
Quem esse menestrel
Que espalha esperança
E transforma sal em mel?
Quem esse saltimbanco
Falando em rebelião
Como quem fala de amores
Para a moça do portão?
Quem é esse que penetra
No fundo do pantanal
Como quem vai manhãzinha
Buscar fruta no quintal?
Quem é esse que conhece
Alagoas e gerais
E fala a língua do povo
Como ninguém fala mais?
Quem é esse?
De quem é essa ira santa
Essa saúde civil
Que…

Abaixo dois vídeos:

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

O menestrel das alagoas - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV