O Papa encoraja os padres casados greco-católicos: um testemunho exemplar

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • Irã. A história política do país persa, xiita e anti-imperialista

    LER MAIS
  • Com acusação de ambientalistas que trabalham na proteção da Amazônia, "o medo está instalado", diz Libération

    LER MAIS
  • O insustentável crescimento do digital

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

09 Outubro 2018

"Caros sacerdotes, saúdo a todos com profunda cordialidade, solteiros e casados, com suas famílias, junto com os consagrados. Obrigado por seu trabalho no meio do santo povo fiel de Deus As famílias dos sacerdotes vivem uma missão particular nos dias de hoje, quando o próprio ideal da família é controvertido se não explicitamente atacado: vocês oferecem um testemunho de vida saudável e exemplar”. Com estas palavras o Papa Francisco deu as boas-vindas aos sacerdotes da Igreja greco-católica da Eslováquia que vieram a Roma para uma peregrinação por ocasião do 200º aniversário da criação da Eparquia de Presov.

A informação é publicada por Vaticano Insider, 06-10-2018. A tradução é de Luisa Rabolini.

Em seu discurso durante a audiência na Sala Paulo VI, o Papa exortou a "resistir a duas tendências opostas: o secularismo, levando a mundanidade, e um entrincheiramento em formas obsoletas e até mesmo não-evangélicas de entender o próprio papel eclesial, formas que levam a um clericalismo estéril”.

“Na vossa alegre presença aqui, juntamente com os vossos pastores - acrescentou Francisco -, vejo o rosto entusiasta e devoto de uma Igreja firme na fé, consciente da sua dignidade e orgulhosa da sua identidade eclesial. Assim, vocês são filhos dignos da evangelização operada, em plena fidelidade à Sé Apostólica, pelos santos padroeiros da Europa, Cirilo e Metódio".

Segundo o Papa, "o continente europeu, no Oriente e no Ocidente, precisa redescobrir as próprias raízes e vocação; e de raízes cristãs só podem crescer árvores fortes que trazem frutos de pleno respeito pela dignidade do homem, em cada sua condição e em cada fase da vida".

Depois disso, um encorajamento "para valorizar a vossa tradição bizantina, que eu também desde tenra idade aprendi a conhecer e amar: redescubram-na e vivam-na em plenitude, como ensinado pelo Concílio Vaticano II, prestando grande atenção aos caminhos de evangelização e catequese em que, mesmo antes que os pastores, os protagonistas são os pais e os avós, dos quais muitos de nós aprenderemos as primeiras orações e o sentido cristão da vida”.

"Obrigado aos pais, às mães, aos avós e todos os educadores que estão presentes aqui, por indispensável seu testemunho!", Foram as palavras finais do Papa, que pediu aos presentes "uma lembrança especial daqui a pouco, quando vocês celebrarem a Divina Liturgia na Basílica de Santa Maria Maior, templo tão precioso para a memória dos Santos Cirilo e Metódio e, portanto, para a vossa história. A Santa Mãe de Deus, para a qual olhamos com esperança e amor pelos filhos - concluiu ele – defenda com sua intercessão a Igreja neste tempo de prova e vigie sobre o trabalho do Sínodo dos jovens, que recém iniciamos."

Leia mais

 

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

O Papa encoraja os padres casados greco-católicos: um testemunho exemplar - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV