Mudanças Climáticas: Florestas podem perder a capacidade de proteger contra os extremos do clima

Revista ihu on-line

Etty Hillesum - A resistência alegre contra o mal

Edição: 534

Leia mais

Direito à Moradia, Direito à Cidade

Edição: 533

Leia mais

Veganismo. Por uma outra relação com a vida no e do planeta

Edição: 532

Leia mais

Mais Lidos

  • Papa propõe um abalo radical na Cúria Romana

    LER MAIS
  • Ratzinger e a influência sobre o conclave

    LER MAIS
  • Como superar a acídia, vício por excelência, segundo os monges? Entrevista com Enzo Bianchi

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

03 Julho 2018

As florestas, um dos ecossistemas mais dominados na Terra, abrigam uma biodiversidade significativa. Os cientistas estão cada vez mais interessados em como essa diversidade é reforçada pelos microclimas de proteção produzidos pelas árvores.

A informação foi publicada pela Universidade de Montana e reproduzida por EcoDebate, 02-07-2018. A tradução e a edição são de Henrique Cortez.

Um estudo recente da Universidade de Montana sugere que um clima mais quente no noroeste do Pacífico diminuiria a capacidade de muitos microclimas florestais para moderar os extremos climáticos no futuro.

O estudo foi publicado em Ecography: A Journal of Space and Time in Ecology.

“As copas das florestas produzem microclimas que são menos variáveis e mais estáveis do que ambientes semelhantes sem cobertura florestal”, disse Kimberley Davis, pesquisador associado de pós-doutorado e principal autor do estudo. “Nosso trabalho mostra que a capacidade das florestas de proteger os extremos climáticos depende da cobertura do dossel e da disponibilidade local de umidade – ambos devem mudar à medida que a Terra esquentar”.

Ela disse que muitas plantas e animais que vivem no sub-bosque das florestas dependem das condições climáticas estáveis encontradas lá. O estudo sugere que algumas florestas perderão sua capacidade de proteger os extremos climáticos, já que a água se torna limitada em muitos locais.

“Mudanças no balanço hídrico, combinadas com a aceleração das perdas do dossel florestal devido ao aumento na freqüência e severidade da perturbação, criarão muitas mudanças nas condições do microclima das florestas do oeste dos Estados Unidos”, disse Davis.

Referência:

Davis, K. , Dobrowski, S. Z., Holden, Z. A., Higuera, P. E. and Abatzoglou, J. T. (2018), Microclimatic buffering in forests of the future: The role of local water balance. Ecography. Accepted Author Manuscript.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Mudanças Climáticas: Florestas podem perder a capacidade de proteger contra os extremos do clima - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV