Agência Nacional de Águas (ANA) disponibiliza nova plataforma de dados abertos sobre recursos hídricos

Revista ihu on-line

Vilém Flusser. A possibilidade de novos humanismos

Edição: 542

Leia mais

Vilém Flusser. A possibilidade de novos humanismos

Edição: 542

Leia mais

Planos de saúde e o SUS. Uma relação predatória

Edição: 541

Leia mais

Planos de saúde e o SUS. Uma relação predatória

Edição: 541

Leia mais

Hans Jonas. 40 anos de O princípio responsabilidade

Edição: 540

Leia mais

Hans Jonas. 40 anos de O princípio responsabilidade

Edição: 540

Leia mais

Vilém Flusser. A possibilidade de novos humanismos

Edição: 542

Leia mais

Planos de saúde e o SUS. Uma relação predatória

Edição: 541

Leia mais

Hans Jonas. 40 anos de O princípio responsabilidade

Edição: 540

Leia mais

Vilém Flusser. A possibilidade de novos humanismos

Edição: 542

Leia mais

Planos de saúde e o SUS. Uma relação predatória

Edição: 541

Leia mais

Hans Jonas. 40 anos de O princípio responsabilidade

Edição: 540

Leia mais

Mais Lidos

  • Está chegando o cato-fascismo

    LER MAIS
  • O encontro com Esther Duflo, Prêmio Nobel de Economia

    LER MAIS
  • Sigilo em torno do Sínodo da Amazônia mostra tensão entre transparência e discernimento

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

09 Junho 2018

Integrada ao Sistema Nacional de Informações sobre Recursos Hídricos (SNIRH), a plataforma da Agência Nacional de Águas oferece dados e informações sobre monitoramento de água, planejamento e regulação, entre outros temas

A reportagem é publicada por Agência Nacional de Águas (ANA), 08-06-2018.

Já está disponível a nova plataforma de Dados Abertos da Agência Nacional de Águas (ANA): dadosabertos.ana.gov.br. A página permite que toda a sociedade acesse dados e informações do Sistema Nacional de Informações sobre Recursos Hídricos (SNIRH) em formato aberto. Desta forma, os usuários do serviço têm à disposição dados processáveis por computadores e referenciados na internet. Assim, os conteúdos do SNIRH podem ser usados livremente, como para produção de aplicativos, desde que seja dado o devido crédito à fonte e ao autor – no caso, a ANA.

Além de proporcionar uma experiência mais transparente e prática ao público, a ferramenta tem como objetivo implementar e promover a abertura dos dados sob responsabilidade do interessado, bem como aumentar a disseminação de dados e informações para a sociedade. A página é responsiva a dispositivos móveis, como smartphones e tablets.

Estão disponíveis 97 conjuntos de dados, fragmentado em dez grupos que tratam de: divisão hidrográfica, quantidade e qualidade de água, usos da água, balanço hídrico, eventos hidrológicos críticos, entes do Sistema Nacional de Gerenciamento de Recursos Hídricos (SINGREH), planos de recursos hídricos, regulação e fiscalização. Esta iniciativa implementa as definições do Decreto nº 8.777/2016, da Presidência da República, que institui a Política de Dados Abertos do Poder Executivo Federal. O documento também estabelece as normas para a livre utilização das bases de dados dos órgãos federais, assegurando a possibilidade de uso e reúso por parte da sociedade. Além disso, esta ação está prevista no Plano de Dados Abertos (PDA) da ANA aprovado pela Portaria ANA nº 376 de 22 de novembro de 2017.

O que são dados abertos?

O acesso a informação está previsto na Constituição Federal e na Declaração Universal dos Direitos Humanos. Nesse sentido, dados abertos são a publicação e a disseminação dos dados e informações públicas na Internet, organizados de tal maneira que permita sua reutilização em aplicativos digitais desenvolvidos pela sociedade. Desta maneira, o cidadão pode ter um melhor entendimento do governo, no acesso aos serviços públicos, no controle das contas públicas e na participação no planejamento e desenvolvimento das políticas públicas. Para saber mais sobre dados abertos, acesse aqui.

Sistema Nacional de Informações sobre Recursos Hídricos

O Sistema Nacional de Informações sobre Recursos Hídricos (SNIRH) é um dos instrumentos de gestão previsto na Política Nacional de Recursos Hídricos, instituída pela Lei nº 9.433/1997, conhecida como Lei das Águas. Trata-se de um sistema de coleta, tratamento, armazenamento e recuperação de informações sobre recursos hídricos, assim como fatores que influenciam sua gestão.

O SNIRH tem como objetivo reunir, dar consistência e divulgar os dados e informações sobre a situação qualitativa e quantitativa das águas no Brasil, atualizar permanentemente as informações sobre disponibilidade e demanda de recursos hídricos em todo o território nacional, além de fornecer subsídios para a elaboração dos planos de recursos hídricos. Para saber mais sobre o SNIRH, clique aqui.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Agência Nacional de Águas (ANA) disponibiliza nova plataforma de dados abertos sobre recursos hídricos - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV