Famílias sem terra ficam abandonadas após sofrerem fumigação com agrotóxicos

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • “A mulher precisa, e as religiosas sobretudo, sair daquele papel de que ela é inferior”. Entrevista com a Ir. Maria Freire

    LER MAIS
  • Governo Bolsonaro deixa estragar 6,8 milhões de testes de covid-19

    LER MAIS
  • “Não seremos salvos pelo moralismo, mas pela caridade”. Artigo do Papa Francisco

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


22 Março 2018

Até o momento, nenhuma equipe de assistência à saúde visitou a comunidade.

A informação foi publicada por Rádio Brasil Atual,  21-03-2018.  

Nieves Rodrigues, da coordenação do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra no estado do Pará, fala sobre a situação das cerca de 300 famílias acampadas na fazenda Fortaleza, na região de Marabá, no sul do estado, atingidas por uma “chuva de veneno” lançada por um avião pulverizador de agrotóxicos no último sábado.

De acordo com a coordenadora do MST, até o momento nenhuma equipe de assistência à saúde foi até o local para realizar uma avaliação médica dos trabalhadores expostos ao veneno. Entrevista ao jornalista Rafael Garcia da Rádio Brasil Atual.

Ouça a entrevista aqui.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Famílias sem terra ficam abandonadas após sofrerem fumigação com agrotóxicos - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV