Nunca ficar “engaiolados”, sem saber “voar com o sonho”, prega Francisco

Revista ihu on-line

Junho de 2013 – Cinco Anos depois.Demanda de uma radicalização democrática nunca realizada

Edição: 524

Leia mais

A esquerda e a reinvenção da política. Um debate

Edição: 523

Leia mais

A virada profética de Francisco – Uma “Igreja em saída” e os desafios do mundo contemporâneo

Edição: 522

Leia mais

Mais Lidos

  • Mãe de jovem morto no Rio: "É um Estado doente que mata criança com roupa de escola"

    LER MAIS
  • Uma viagem rumo à unidade das Igrejas

    LER MAIS
  • EUA. Bispos! Soem as trombetas, estamos esperando

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

13 Março 2018

Jamais se deve deixar de “proteger o próprio desejo”. Jamais se deve ficar satisfeito com o “aperitivo”. O cristão não para na primeira graça recebida, sempre segue adiante, porque busca a alegria de estar com Deus. Busca “todo o banquete”. Foi o que o Papa Francisco recordou, durante a missa matutina de hoje, 12 de março de 2018, na capela da Casa Santa Marta. O Pontífice disse não aos crentes que estão “estacionados” ou “engaiolados”, sem “voar com o sonho”.

A reportagem é de Domenico Agasso Jr., publicada por Vatican Insider, 12-03-2018. A tradução é do Cepat.

No Evangelho de hoje, lê-se uma admoestação de Jesus: “Se não veem sinais e prodígios, vocês não acreditam”. É o que diz isto diante de um funcionário do rei que lhe pede para que cure seu filho doente. Cristo parece perder a paciência, porque o milagre parece ser a única coisa que conta para as pessoas.

O Papa Francisco comentou, segundo apontou Vatican News: “Onde está a fé? Ver um milagre, um prodígio e dizer: ‘Mas, Tu tens o poder, Tu és Deus’, sim, é um ato de fé, mas pequenino assim. Porque é evidente que este homem tem um poder forte, mas ali começa a fé, e depois deve seguir adiante”. Perguntou Jorge Mario Bergoglio: “Onde está o seu desejo de Deus? Porque a fé é isto: ter o desejo de encontrar Deus, de encontrá-lo, estar com Ele, ser feliz com Ele”.

A Primeira Leitura de hoje, do Livro do Profeta Isaías, capítulo 65, ilustra qual é o grande prodígio que o Senhor cumpre, conforme o Papa observou: “Eis que eu criarei novos céus e nova terra. Sempre haverá alegria e exultação pelo que vou criar”. Deus atrai, “alimenta o desejo pessoal pela alegria de estar com Ele”, revelou Francisco. “Quando o Senhor passa em nossa vida e faz um milagre em cada um de nós, e cada um de nós sabe o que o Senhor fez em sua vida, não acaba tudo aí: este é o convite a seguir adiante, a continuar caminhando, “buscar o rosto de Deus”, diz o Salmo; buscar esta alegria”.

O Bispo de Roma se perguntou o que pensaria o Filho de Deus a respeito dos cristãos que param diante da primeira graça recebida, que não prosseguem pelo caminho e se comportam como se estivessem em um restaurante: saciam-se com o “aperitivo” e voltam para casa sabendo que o melhor estava por vir. “Porque há muitos cristãos parados, que não caminham. Cristãos atolados nas coisas de todos os dias - bons, bons! -, mas não crescem, permanecem pequenos. Cristãos estacionados. Ficam estacionados. Cristãos engaiolados que não sabem voar com o sonho, esta coisa bonita para a qual o Senhor nos chama”.

O Papa aconselhou se questionar: “Como é meu desejo? Busco o Senhor assim? Ou tenho medo, sou medíocre? Qual é a medida de meu desejo? O “aperitivo” ou todo o banquete?”.

Ao final, destacou que é preciso “proteger o próprio desejo, não se acomodar muito, seguir um pouco adiante, arriscar. O verdadeiro cristão se arrisca, sai da segurança”.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Nunca ficar “engaiolados”, sem saber “voar com o sonho”, prega Francisco - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV