Após 12 encontros com o Papa Francisco, sociológo francês Dominique Wolton, conta quem é o Papa

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • Francisco denuncia: “Ouvimos mais as empresas multinacionais do que os movimentos sociais. Falando claramente, ouvimos mais os poderosos do que os fracos e este não é o caminho”

    LER MAIS
  • “A atual loucura digital é um veneno para as crianças”. Entrevista com Michel Desmurget

    LER MAIS
  • Prefeito da Doutrina da Fé pede para que padre irlandês, defensor da ordenação de mulheres, faça os juramentos de fidelidade aos ensinamentos da Igreja

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


01 Setembro 2017

Dominique Wolton, sociólogo francês e pesquisador, especialista em comunicação e mídia, reuniu-se 12 vezes com o Papa Francisco em particular. Agora, como resultado de todas essas conversas, é publicado um livro que conta quem é o Papa. A obra disponível nas livrarias da França -"Papa Francisco, Encontros com Dominique Wolton: Política e sociedade. Um diálogo inédito"- parece ser bastante original, especialmente porque se alonga sobre a infância de Jorge Mario Bergoglio, em particular sobre as dinâmicas familiares e sobre as mulheres desse núcleo tão unido e compacto.

A reportagem é de Luis Badilla, publicada por Il Sismografo, 31-08-2017. A tradução é de Luisa Rabolini.

Wolton também revela que o Papa Francisco, quando tinha 42 anos, decidiu fazer análise e isso, ele confessa, foi uma experiência muito útil, que o ajudou bastante a esclarecer muitas coisas. Com Wolton, Jorge Mario Bergoglio também lembrou outros momentos de sua adolescência, os primeiros amores e os primeiros grandes desafios da vida.

Durante um ano, o Papa Francisco concedeu entrevistas a Dominique Wolton e nessas conversas foram abordados os grandes temas do nosso tempo e da existência humana: paz e guerra, política, religião, globalização, diversidade cultural, fundamentalismo e secularismo, Europa e imigrantes, ecologia, desigualdade no mundo, ecumenismo e diálogo inter-religioso, indivíduo, família, alteridade, tempo, confiança e alegria. O fio condutor das conversas foi desde o início apenas um: explicar que agora o caminho vencedor é derrubar os muros e construir pontes, aliás, são essas trilhas que poderão ajudar a superar a crise global da civilização que afeta os povos e as nações.

Dominique Wolton é diretor de pesquisa do CNRS (Centre national de la recherche scientifique), fundador e diretor da revista internacional Hermes (CNRS Editions - 1988). É autor de aproximadamente trinta livros, traduzidos em vinte idiomas.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Após 12 encontros com o Papa Francisco, sociológo francês Dominique Wolton, conta quem é o Papa - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV