“Não é possível compreender a Europa de hoje sem a Reforma do século XVI e a figura de Lutero”

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

20 Julho 2017

No ano de 1517, Martinho Lutero iniciou um movimento de caráter espiritual que teve um alcance e algumas consequências transcendentais para a história europeia e mundial. Com as 95 teses sobre as indulgências, que fixa na porta da Igreja de Wittenberg, inicia-se a Reforma protestante com a qual desejava que a Igreja voltasse ao Evangelho, e que acabou com ruptura e divisão.

A reportagem é publicada por Religión Digital, 19-07-2017. A tradução é do Cepat.

Aquele conflito ultrapassou o âmbito religioso e manifestou a existência de duas culturas, duas maneiras de entender a política e o poder e, inclusive, dois modelos econômicos. O movimento de Lutero foi a expressão das profundas fissuras que, desde fins do século XII, apareceram na unidade entre pontificado e Império, sobre a qual se assentou o feudalismo. Sintomas da mudança eram uma nova visão do universo, o surgimento de novas invenções como a imprensa e a vontade de um novo modelo de relações sociais, entre outros.

Não é possível compreender a Europa de hoje sem a Reforma do século XVI e a figura de Lutero. Muitos dos debates que conformam o início do Renascimento, voltam a ser os grandes debates de hoje, em uma sociedade europeia tão perplexa como a de então: mudança de modelos econômicos, políticos e inclusive filosóficos, em um crescente nominalismo e desgaste das grandes palavras, tanto na política como no campo cultural e o religioso.

Católicos e protestantes enfrentam, hoje, dois grandes desafios: a secularização da cultura contemporânea e o sofrimento que causa o crescimento da pobreza e o drama dos refugiados. As considerações de Lutero sobre a laicidade, bem como sua Teologia da Cruz, possivelmente podem ajudar a nos aproximar destas duas realidades.

A aproximação entre protestantismo e catolicismo

Quinhentos anos após a reforma protestante, o diálogo entre protestantes e católicos, sem perder as respectivas identidades, é um fato de enriquecimento mútuo. O caderno Cristianisme i Justícia, publicado pelos jesuítas de Barcelona, Espanha,  aposta em celebrar conjuntamente aquele episódio transcendental, procurando encontrar o que nos une e nos ajude a nos situar diante dos desafios do mundo de hoje. O próprio Papa Francisco reconhecia, recentemente, que “a experiência espiritual de Lutero nos interpela” e afirma que as duas igrejas são convidadas a rezar, amar e trabalhar juntas, “superando controvérsias e desentendimentos que, muitas vezes, impediram-nos de compreendermos uns aos outros”.

É por isso que o centro de estudos Cristianismo e Justiça dedicou este caderno à Reforma Protestante, a seu ponto de partida e seu principal protagonista, Lutero. Conhecer e compreender estes fatos históricos é primordial para compreender a Europa de hoje.

Jaume Botey é Licenciado em Teologia. Doutor em Antropologia e Professor de história da UAB. Publicou Los dueños del mundo y los Cuarenta ladrones (2002). Escreveu os cadernos de Cristianisme i Justícia El dios de Bush (caderno 126, julho de 2004), Conversaciones con Agustí de Semir (caderno 136, outubro de 2005) e Construir la esperanza (caderno 154, junho de 2008). É membro da equipe Cristianisme i Justícia.

Para baixar A 500 años de la Reforma Protestante, clique aqui.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

“Não é possível compreender a Europa de hoje sem a Reforma do século XVI e a figura de Lutero” - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV