Notável estudioso da Bíblia, padre jesuíta Fitzmyer morre aos 96 anos

Revista ihu on-line

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Mais Lidos

  • O Papa doa aos pobres um prédio de luxo a poucos passos de São Pedro

    LER MAIS
  • Arautos do Evangelho. Vaticano retoma a intervenção

    LER MAIS
  • Diálogo de surdos: Esquerda e direita falam só para bolhas de convertidos

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

05 Janeiro 2017

O padre jesuíta Joseph Fitzmyer, um grande estudioso da Bíblia, morreu no dia 24 de dezembro no Manresa Hall, uma enfermaria jesuíta na Filadélfia. Ele tinha 96 anos.

A informação é publicada por Catholic News Service, 30-12-2016. A tradução é de Luísa Flores Somavilla.

A missa fúnebre deve ser celebrada no dia 5 de janeiro, na Igreja de St. Matthias, em Bala Cynwyd, nos arredores da Filadélfia, seguida pelo enterro, no centro jesuíta de Wernersville.

O padre, que nasceu na Filadélfia em 1920 e foi ordenado padre jesuíta em 1951, é conhecido por suas contribuições para a Anchor Bible Series e por sua coedição do "Comentário Bíblico São Jerônimo".

Concluiu o doutorado em Semitismo pela Johns Hopkins University em 1956, e a licenciatura em Sagrada Escritura, um ano depois no Pontifício Instituto Bíblico de Roma.
Fitzmyer era membro da Pontifícia Comissão Bíblica e também atuou como presidente da Associação Bíblica Católica dos EUA.

Especialista no aramaico falado por Cristo e por muitos judeus e cristãos do século I, o padre ficou conhecido por seu trabalho com os Manuscritos do Mar Morto e com o Evangelho de Lucas. Ele participou dos preparativos iniciais da concordância dos pergaminhos na década de 50 e foi um dos primeiros americanos a ter acesso direto aos documentos.

Fitzmyer também trabalhou na Declaração Conjunta Católico-Luterana sobre a Doutrina da Justificação, assinado pelas duas Igrejas em outubro de 1999 depois de extensos diálogos.

Ele fundou o Instituto da Sagrada Escritura na Universidade de Georgetown, o qual leva seu nome. O padre também deu aula em vários lugares, incluindo o antigo Centro Teológico de Woodstock, na Universidade de Georgetown, na Universidade de Chicago, na Universidade de Fordham, no Boston College e na Universidade Católica da América.

America, revista semanal dos jesuítas americanos, publicou em seu sítio reações de colegas pesquisadores frente à morte do padre, no dia 24 de dezembro.

John Martens, professor de teologia na Universidade de St. Thomas, em St. Paul, Minnesota, descreveu Fitzmyer como "um gigante da erudição bíblica. Dispensa apresentações. Ele não era um gigante da erudição bíblica católica, nem um gigante dos estudos bíblicos do século XX, mas sim um gigante da erudição bíblica."

Ele disse que os estudos do padre "dedicavam-se a entender a Bíblia mais profunda e completamente. Ele teve o seu merecido descanso, que descanse em paz, mas seus estudos continuarão vivos pela sua precisão e dedicação em tornar a Bíblia algo vivo a todos que a encontram."

Padre John Meier, professor de Teologia na Universidade de Notre Dame, escreveu que alguns de seus colegas provavelmente consideravam-no um "enigma".

"Seu trabalho era de uma técnica incorrigível, que nunca deixou de levantar questões críticas e perturbadoras para alguns e veio de um católico fervoroso de vida pessoal e costumes muito tradicionais", disse Meier. "Um católico devoto, um sacerdote fiel, um jesuíta leal à sua identidade jesuítica, ele também era - por baixo da rigidez exterior - um Cristão profundamente compassivo.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Notável estudioso da Bíblia, padre jesuíta Fitzmyer morre aos 96 anos - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV