Outra Ecologia é possível

Revista ihu on-line

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Vilém Flusser. A possibilidade de novos humanismos

Edição: 542

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Planos de saúde e o SUS. Uma relação predatória

Edição: 541

Leia mais

Vilém Flusser. A possibilidade de novos humanismos

Edição: 542

Leia mais

Planos de saúde e o SUS. Uma relação predatória

Edição: 541

Leia mais

Mais Lidos

  • Vaticano, roubadas da igreja estátuas indígenas consideradas “pagãs” e jogadas no Tibre

    LER MAIS
  • A peleja religiosa. Artigo de José de Souza Martins

    LER MAIS
  • Começa a hora da decisão para os bispos da Amazônia na semana final do Sínodo. Artigo de Thomas Reese

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

04 Novembro 2016

"A luta de vocês, jovens, por um ensino público de qualidade para todos/as é justa e uma das Grandes Causas da Pátria Grande. A garra que vocês, unidos e organizados, demostram - ocupando escolas no Brasil inteiro e se posicionando contra a PEC 241 (no Senado: PEC 55), que congela gastos públicos em diversas áreas de interesse social, como educação, saúde, infraestrutura, segurança e outros por 20 anos - nos edifica a todos/as e fortalece a nossa esperança num outro Brasil possível e necessário. Continuem firmes!", escreve em artigo Frei Marcos Sassatelli, frade dominicano, doutor em Filosofia (USP) e em Teologia Moral (Assunção - SP) e professor aposentado de Filosofia (UFG).

Eis o artigo.

“Deixaremos de destruir a natureza e a nós mesmos
apenas quando adotarmos uma nova visão
que nos faça conscientes da dimensão sagrada da natureza
e de nosso caráter plenamente e orgulhosamente natural”
(Associação Ecumênica de Teólogos/as do Terceiro Mundo)

A página de abertura do Livro-Agenda latino-americana mundial - com palavras simples e, ao mesmo tempo, profundas - lembra-nos sempre: é “o livro latino-americano mais difundido, cada ano, dentro e fora do Continente”. Ele é “sinal de comunhão continental e mundial entre as pessoas e as comunidades que vibram e se comprometem com as Grandes Causas da Pátria Grande, como resposta aos desafios da Pátria Maior”.

Ele é ainda “um anuário de esperança dos pobres do mundo a partir da perspectiva latino-americana; um manual companheiro para ir criando a ‘outra mundialidade’; uma síntese da memória histórica da militância e do martírio de Nossa América; uma antologia de solidariedade e criatividade; uma ferramenta pedagógica para a educação, a comunicação, a ação social e a pastoral popular”.

O Livro-Agenda latino-americana mundial “além de ser para uso pessoal, foi pensado como instrumento pedagógico para comunicadores, educadores populares, agentes de pastoral, animadores de grupos e militantes” (p. 9).

O tema do Livro-Agenda 2017 é “Ecologia Integral: reconverter tudo”. Ele revela “um objetivo ambicioso incomum: incitar nossa conversão ecológica, para, a partir dela, reconverter tudo”. Revela também “um objetivo urgente, pois somente uma sociedade marcada por uma cultura profundamente ecológica, com uma opinião pública em sintonia intelectual e cordial com a Ecologia, poderá evitar a catástrofe climática que nos ameaça”.

O Livro-Agenda 2017 afirma que “é urgente a conscientização ecológica, por uma Ecologia Integral com a qual poderemos transformar e reconverter tudo: estilos de vida, sistema energético e de produção, pensamento, religiosidade, etc.” (p. 8).

A “Laudato Si” diz que “faz falta uma conversão ecológica”. Uma conversão “que chegue a ser uma verdadeira ‘revolução cultural’. E propõe, como eixo operativo, um novo conceito que suscitou uma boa acolhida, a Ecologia Integral, que une o social e o político, o cultural e o pessoal, todas as dimensões da realidade, interpenetradas e articuladas” (p. 10-11).

O Livro-Agenda 2017 “aposta decididamente na Ecologia Integral e se engaja vigorosamente na tarefa, pondo-se a serviço dos educadores, dos militantes da Causa da Terra e dos Pobres, para, entre todos e todas, ajudar os leitores, as leitoras e os grupos e comunidades a assumirem a Nova Visão, o novo software que nos permitirá amar a Natureza como a nós mesmos e mesmas, e sentir sua sacralidade como se fosse nossa”. Enfim, soma-se ao clamor mundial crescente, ao grito da Irmã Mãe Terra e ao grito dos Pobres.

É “uma tarefa urgente. Uma causa nobre. Um trabalho árduo. Um resgate de emergência”. Após a COP21, é talvez “a última oportunidade para salvar a vida do Planeta tal como a conhecemos hoje. Vale a pena. Mãos à obra” (p. 11).

Por falarmos do compromisso “com as Grandes Causas da Pátria Grande (América Latina) como resposta aos desafios da Pátria Maior (mundo)”, antes de terminar, parabenizo (embora pretenda voltar sobre o assunto em outro escrito) os jovens estudantes secundaristas do Movimento Primavera Estudantil.

A luta de vocês, jovens, por um ensino público de qualidade para todos/as é justa e uma das Grandes Causas da Pátria Grande. A garra que vocês, unidos e organizados, demostram - ocupando escolas no Brasil inteiro e se posicionando contra a PEC 241 (no Senado: PEC 55), que congela gastos públicos em diversas áreas de interesse social, como educação, saúde, infraestrutura, segurança e outros por 20 anos - nos edifica a todos/as e fortalece a nossa esperança num outro Brasil possível e necessário. Continuem firmes! Vocês já são vitoriosos! Estamos com vocês!

A Comissão Dominicana de Justiça e Paz do Brasil - responsável pela edição brasileira do “Livro-Agenda latino-americana mundial” - juntamente com a Província Dominicana Frei Bartolomeu de Las Casas, a Paróquia São Judas Tadeu, a CRB/GO e o Cajueiro CONVIDAM você, sua família, sua comunidade e seu movimento popular a participarem de uma noite de confraternização. Teremos o lançamento do “Livro-Agenda latino-americana mundial 2017” e uma Roda de Conversa sobre Ecologia Integral, assessorada por Moema Miranda (IBASE, Rio de Janeiro). Na ocasião, teremos também o lançamento do Livro: Humberto, o Frei das atitudes. Sua presença nos enriquece a todos/as. Participe!

Quando: 11 de novembro de 2016 (sexta-feira) às 19:30h.
Onde: Salão Paroquial da Igreja S. Judas Tadeu: Rua 242, Nº 100, Setor Coimbra - Goiânia.
Informações: 3233-6365

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Outra Ecologia é possível - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV