Missão dos Capuchinhos no Haiti é afetada por furacão

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • O cálculo político de Ciro Gomes

    LER MAIS
  • Tomar a Bíblia ao pé da letra

    LER MAIS
  • A riqueza dos mais ricos cresce um trilhão durante a covid. O ranking dos patrimônios

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


10 Outubro 2016

Estima-se que mais de 1 milhão foram afetados no país caribenho. Freis fazem apelo de ajuda humanitária.

Capuchinhos em missão no Haiti, os freis Aldir Crocoli e Sérgio Defendi que atuam na região de Les Cayes nas cidades de Beraud, Abacou, Corail e Bewo, informam que igrejas, casas, escolas, postos de saúde foram destruídas pelo furacão.

A informação é do Frei João Carlos Romanini, publicada por Capuchinhos do Brasil /CCB, 09-10-2016. 

O evento destruiu casas e igrejas. os capuchinhos residentes no Haiti informaram que os religiosos e religiosas em missão no país não sofreram acidentes, e ajudam pessoas que perderam seus pertences e familiares. “É uma desolação, o pais não conseguiu se recuperar do terremoto e agora esta tragédia que afeta em torno de um milhão de habitantes”. desabafa frei Aldir.

O religioso convida para que o mundo olhe para as necessidade do Haiti. "O país precisa de ajuda, pois o que não foi destruído pelo vento foi inundado com chuvas fortes", conclui. 

Para ajudar a missão uma conta foi aberta.

Agencia Banco do Brasil
AG: 1487-7
Conta 26.792-9

Leia mais...

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Missão dos Capuchinhos no Haiti é afetada por furacão - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV