Vice-ministro boliviano sequestrado por mineiros é assassinado

Revista ihu on-line

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Clarice Lispector. Uma literatura encravada na mística

Edição: 547

Leia mais

Mais Lidos

  • Só um radical ecossocialismo democrático pode mudar o horizonte

    LER MAIS
  • Byung-Chul Han: smartphone e o “inferno dos iguais”

    LER MAIS
  • Seu bispo necessita dos seus conselhos: o que dirá a ele?

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


26 Agosto 2016

O ministro do Interior da Bolívia, Carlos Romero, confirmou na quinta-feira (25) que o vice-ministro do Regime Interior, Rodolfo Illanes, foi "covarde e brutalmente assassinado" após ser sequestrado por um grupo de mineiros. "Estamos resolvendo as questões necessárias para que nos entreguem o corpo. Temos um profundo pesar e solidariedade com a dor da família", disse.

A informação é publicada por portal Uol, 26-08-2016.

O ministro confirmou a versão do jornalista Moisés Flores, que disse ter visto o corpo em uma colina perto da cidade de Panduro, a cerca de 180 quilômetros da capital, La Paz, onde ocorreram violentos confrontos entre mineiros e policiais.

"Fomos até o local onde estava o vice-ministro Illanes e o encontramos sem vida. Estamos muito assustados, nós estamos correndo riscos porque os mineiros estão furiosos no ponto de bloqueio, velando o corpo de um dos seus", disse.

Romero disse que Illanes pediu para ir até Panduro para poder abrir um espaço de diálogo com os manifestantes, que completaram ontem três dias de bloqueio nas estradas em oposição a uma lei sobre sindicatos promulgada pelo presidente Evo Morales.

O ministro afirmou que o governo pediu para que Rodolfo Illanes fosse libertado pelos mineiros por diferentes meios, sem sucesso. Segundo Romero, o assassinato aconteceu entre às 17h30 e 18h (hora local).

"Queremos não somente expressar nosso profundo repúdio por este ato criminoso sem precedentes, mas ao mesmo tempo pedimos para a Justiça que esclareça este assassinato", concluiu.

Manifestantes presos

O ministro da Defesa, Reymi Ferreira, disse que o governo não deixará impune o crime e que agentes de inteligência já prenderam entre 100 e 120 mineiros que participaram dos bloqueios em estradas na região pessoas por conta das investigações.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Vice-ministro boliviano sequestrado por mineiros é assassinado - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV