Mexicanos nos EUA encontram familiares em rio que faz fronteira com o México

Revista ihu on-line

Grande Sertão: Veredas. Travessias

Edição: 538

Leia mais

A fagocitose do capital e as possibilidades de uma economia que faz viver e não mata

Edição: 537

Leia mais

Juventudes. Protagonismos, transformações e futuro

Edição: 536

Leia mais

Mais Lidos

  • Livro analisa os teólogos, a virada ecumênica e o compromisso bíblico do Vaticano II

    LER MAIS
  • Desigualdade bate recorde no Brasil, mostra estudo da FGV

    LER MAIS
  • Adaptando-se a uma ''Igreja global'': um novo comentário internacional sobre o Vaticano II. Artigo de Massimo Faggioli

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

11 Agosto 2016

Mexicanos residentes nos Estados Unidos se reencontraram nesta quarta-feira com seus familiares na metade do Rio Bravo, em Ciudad Juárez, fronteira natural entre ambos os países e onde viveram momentos de emoção, pois alguns estavam há décadas sem se ver devido às barreiras migratórias.

A multidão, que somava cerca de 600 pessoas nos dois lados da fronteira, foi separada em grupos de 10 para que se reunissem de forma ordenada, durante três minutos, sob o lema "Abraços, não Muros".

A informação é publicada por portal Uol, 10-08-2016.

Após cruzar a grade erguida do lado americano e aproveitando uma área do estreito rio que forma poças, famílias inteiras se jogavam nos braços umas das outras, alguns membros bastante emocionados.

"Este evento é feito com a intenção de que as famílias possam se encontrar após muitos anos sem se ver por suas condições legais nos Estados Unidos, também para tomar consciência que o governo americano deve dar entrada em reformas migratórias", disse à imprensa Dylan Corbett, da organização Instituto Fronteiriço Esperança que organizou o encontro junto com a Rede Fronteiriça dos Direitos Humanos.

"Vinte anos sem vê-los", expressou Minerva Rayo, que teve a oportunidade de reencontrar seus irmãos, de quem se afastou quando foi viver nos Estados Unidos.

Os mexicanos começaram a se reunir de madrugada, vigiados desde El Paso, no Texas, por diversos funcionários da Patrulha Fronteiriça dos Estados Unidos. Ele filmavam cada um dos que passava pelo leito do Bravo para evitar que imigrantes entrassem confundidos na multidão.

Do lado mexicano estiveram presentes agentes federais e municipais desde a madrugada para evitar que fossem assaltados, já que a área do evento é considerada de alto risco.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Mexicanos nos EUA encontram familiares em rio que faz fronteira com o México - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV