Israel construirá muro subterrâneo para cercar Faixa de Gaza e impedir escavação de túneis

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • Como viver o Advento em tempos de quarentena

    LER MAIS
  • Uma nova economia é possível!

    LER MAIS
  • Caixa do Carrefour: “Eu ficava das onze da manhã às três da tarde sentada e evitava tomar água, pra não ter que ir ao banheiro, porque não tinha quem ficasse no meu lugar”

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


04 Agosto 2016

O Ministério da Defesa de Israel abriu licitação para a construção de um muro subterrâneo para cercar a Faixa de Gaza também por sob a terra, informaram nesta quarta-feira (03/08) veículos de imprensa israelenses.

A reportagem foi publicada por Opera Mundi, 03-08-2016.

O objetivo seria impedir a passagem de militantes do Hamas, grupo considerado terrorista pelo governo de Benjamin Netanyahu, para território israelense.

Segundo o jornal israelense YNet, foi enviado um comunicado confidencial para 20 empresas israelenses convidando-as a participar da licitação. O projeto cobriria os primeiros 10 quilômetros dos 60 planejados para o muro.

Devido à natureza complexa do projeto subterrâneo, as empresas israelenses precisariam contar com a parceria de empresas estrangeiras. De acordo com o YNet, algumas companhias se recusaram a tomar parte no projeto, alegando a “sensibilidade política” de trabalhar em projetos de defesa de Israel. O Ministério da Defesa, porém, não estaria ciente de tais recusas.

A construção do muro subterrâneo deve começar em outubro. Uma das empresas israelenses que devem se dedicar às obras é a Solel Boneh, que já está trabalhando na construção de um muro na fronteira sul de Israel.

A barreira projetada para Gaza deve incluir proteções na superfície e subterrâneas para impedir a passagem de palestinos para o território israelense, além de sensores que detectariam atividades de escavação em seus arredores.

O muro, que custaria cerca de 570 milhões de dólares aos cofres israelenses, passou a ser cogitado após a ofensiva de Israel contra Gaza entre julho e agosto de 2014, quando militantes do Hamas usaram túneis para sair de terras palestinas e realizar ataques contra Israel em seu território.

Em abril e maio deste ano, militares israelenses descobriram dois túneis desde Gaza até o território israelense, os primeiros encontrados desde o fim da ofensiva em agosto de 2014.

Os cerca de 1,7 milhões de habitantes da Faixa de Gaza vivem sob bloqueio israelense desde 2007, que inclui a fronteira do território palestino com o Egito. Os túneis subterrâneos são uma maneira de os residentes conseguirem alimentos e outros itens básicos, sendo "a principal rota de abastecimento e comércio de produtos" para dentro de Gaza, segundo um relatório do Programa Mundial de Alimentação da ONU publicado em fevereiro de 2014.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Israel construirá muro subterrâneo para cercar Faixa de Gaza e impedir escavação de túneis - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV