Líder do Sodalício leva a Roma relatórios que demonstram os abusos de alguns dos superiores

Revista ihu on-line

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Mais Lidos

  • Uma visão do suicídio no Brasil em resposta à outra visão apresentada

    LER MAIS
  • "É hora de reaprender a arte de sonhar com os xamãs nativos"

    LER MAIS
  • O Evangelho de Lucas, “ano C”

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


Por: Jonas | 25 Abril 2016

O líder do Sodalício de Vida Cristã, Alessandro Moroni, publicou um vídeo no YouTube no qual afirma que está em Roma e que entregará ao Vaticano os relatórios que confirmam os diferentes crimes cometidos por membros superiores da comunidade, como a pedofilia, entre outros.

A reportagem é publicada por Religión Digital, 20-04-2016. A tradução é do Cepat.

“Estou em Roma, vim me colocar à disposição da Igreja. Trago o relatório da comissão de ética que, apesar da primeira dor que me causou, acredito que escreve com muita realidade a experiência e sofrimento das pessoas que ferimos”, declarou no vídeo de pouco mais de um minuto de duração, publicado no YouTube.

Além disso, Moroni destacou que apresentará um relatório dos investigadores estrangeiros, realizado sobre os mesmos casos, que incluem as denúncias contra o fundador do Sodalício, Luis Fernando Figari, que atualmente se encontra refugiado em Roma e que declarou que não pensa em retornar a Lima.

“Sei também que está nas mãos da Santa Sé o relatório apresentado pelo visitador apostólico. Quero pedir, neste momento tão importantes para a nossa família espiritual, oração, estamos nas mãos da Igreja, que são as melhores mãos”, finaliza Moroni no vídeo.

Atualmente, o Sodalício de Vida Cristã vem sendo objeto de críticas, logo que foram confirmadas as denúncias, sobretudo contra o seu fundador Luis Fernando Figari. Além de certas, a própria congregação religiosa aceitou sua responsabilidade e pediu perdão.

No entanto, apesar desta aceitação, não apresentaram os responsáveis à justiça.

Confira a mensagem de Alessandro Moroni, em espanhol:

{youtube}heXGujjr83k{/youtube} 

 

 

 

 

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Líder do Sodalício leva a Roma relatórios que demonstram os abusos de alguns dos superiores - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV