Indígenas são vítimas de violência em Honduras

Revista ihu on-line

Vilém Flusser. A possibilidade de novos humanismos

Edição: 542

Leia mais

Planos de saúde e o SUS. Uma relação predatória

Edição: 541

Leia mais

Hans Jonas. 40 anos de O princípio responsabilidade

Edição: 540

Leia mais

Mais Lidos

  • Os bispos do Sínodo farão um novo “Pacto das Catacumbas” para a Amazônia

    LER MAIS
  • A ideologização da Sociologia (além de uma simples distração). Artigo de Carlos Gadea

    LER MAIS
  • Críticos não percebem a importância global do Sínodo da Amazônia, afirma Peter Hünermann

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

17 Março 2016

Nos últimos anos, os indígenas de Honduras têm sido vítimas de assassinatos, ameaças, desalojamentos forçados e criminalização das lideranças, sobretudo o grupo Tolupán. O avanço dos projetos de mineração e hidroelétricas têm gerado conflitos territoriais e preocupação nas entidades de defesa de direitos humanos, que instam o governo do país a adotar medidas urgentes contra a impunidade e pela vida dos indígenas.

A reportagem é de Cristina Fontenele, publicada por Adital, 15-03-2016.

Um dos recentes episódios de violência ocorreu dia 03 de março, quando a líder indígena da etnia Lenca, Berta Cáceres, foi assassinada na sua casa, em La Esperanza, no Departamento de Intibucá. Berta era coordenadora do Conselho dos Povos Indígenas de Honduras (Copinh) e uma das maiores ativistas sociais do país.

Outro caso grave foi o massacre do dia 21 de fevereiro, em San Francisco de Locomapa, quando cinco integrantes do povo Tolupán foram assassinados. Um dos indígenas era Dantos Matute, integrante do Movimento Amplo pela Dignidade e a Justiça (MADJ), e beneficiário de medida cautelar outorgada pela Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH), em dezembro de 2013. A medida determinava que o Estado hondureño adotasse ações para assegurar a vida de 18 membros do MADJ e seus familiares.

Segundo o relatório da CIDH sobre a situação dos direitos humanos em Honduras, 17 indígenas Tolupá foram assassinados nos últimos anos, sem que haja investigação devida dos crimes. Até outubro de 2014 27 líderes tinham sido procesados pros crimes como usurpação da terra, dano ao meio ambiente e à propriedade privada.

O informe cita que existem 837 projetos potenciais de mineração, abrangendo 35% do territorio nacional. Haveriam também 98 concessões mineiras nos departamento de Lempira e Santa Bárbara, 76 projetos hidroelétricos com estudo de viabilidade finalizado e/ou contrato de operação aprovado, em 14 dos 18 departamentos do país.

A CIDH considera ser de particular gravidade quando a violência contra os indígenas é praticada por agente policiais e, portanto, insta o governo a cessar de imediato esses casos, garantindo que as forças de segurança defendam os povos e comunidades indígenas.

Veja também:

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Indígenas são vítimas de violência em Honduras - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV