Pampa gaúcho perdeu 21,4% de vegetação nativa nos últimos 36 anos, aponta estudo

Revista ihu on-line

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Clarice Lispector. Uma literatura encravada na mística

Edição: 547

Leia mais

Mais Lidos

  • Pornô e sedução em contexto de vida religiosa

    LER MAIS
  • Padres da Caminhada & Padres contra o Fascismo emitem nota de solidariedade à Via Campesina, MST, Dom Orlando Brandes, CNBB e Papa Francisco

    LER MAIS
  • “Devemos conceber o catolicismo de outra maneira”. Entrevista com Anne-Marie Pelletier

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


23 Setembro 2021

 

Redução da área se deu principalmente devido ao avanço da agricultura, em especial, para a plantação de soja.

A reportagem é publicada por Zero Hora, 22-09-2021.

Caracterizado por longas planícies e plantas de pequeno porte, o pampa gaúcho foi o que mais perdeu vegetação nativa nos últimos 36 anos, proporcionalmente ao total da sua área no Brasil. Esta conclusão é fruto da análise de imagens de satélites entre 1985 e 2020, feita pela rede MapBiomas, por meio da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e da GeoKarten.

Segundo menor bioma brasileiro, o pampa perdeu 21,4% de sua mata nativa, ou seja, 2,5 milhões de hectares, nos últimos 36 anos. Atualmente, a vegetação original responde por menos da metade (46,1%) do seu território.

A redução se deu, principalmente, devido ao avanço da agricultura, que ganhou mais de 1,9 milhão de hectares de área do bioma – a atividade ocupava 29,8% do pampa, em 1985, e usava 39,9% do território em 2020. Já as formações campestres ocupavam 46,2% da área em 1985, mas eram apenas 32,6%, em 2020.

A íntegra da reportagem pode ser lida aqui.

 

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Pampa gaúcho perdeu 21,4% de vegetação nativa nos últimos 36 anos, aponta estudo - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV