Crise climática, principal causa de guerra

Revista ihu on-line

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Clarice Lispector. Uma literatura encravada na mística

Edição: 547

Leia mais

Mais Lidos

  • Santa Teresa de Jesus: inquieta, andarilha, desobediente e muito mais...

    LER MAIS
  • COP26. Kerry reduz as expectativas sobre a cúpula de Glasgow: “Rumo a compromissos ainda insuficientes para alcançar…”

    LER MAIS
  • Diocese Anglicana no Paraná sagrará bispa coadjutora em Curitiba

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


26 Fevereiro 2021

A crise climática é a primeira ameaça à paz e à segurança mundiais e é a causa de guerra mais difícil de ser enfrentada na história da humanidade. Sob pressão da Europa - França, Alemanha, Noruega in primis - o Reino Unido e os Estados Unidos voltaram a assinar o acordo de Paris, o Conselho de Segurança das Nações Unidas coloca o dossiê climático sobre a mesa como a causa original dos conflitos.

A reportagem é publicada por L'Osservatore Romano, 24-02-2021. A tradução é de Luisa Rabolini.

As principais vozes se fizeram ouvir na reunião do Conselho dedicada a essa emergência: o enviado dos EUA Kerry, o presidente francês Macron, o primeiro-ministro norueguês Solberg, o primeiro-ministro britânico Johnson sobrepuseram o mapa das guerras e o das crises climáticas, para concluir que a paz mundial depende de paz climática e, portanto, na cooperação multilateral.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Crise climática, principal causa de guerra - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV