Santos Pedro e Paulo: pela primeira vez, a delegação do Patriarcado Ecumênico não participará da missa do Papa Francisco por causa do Coronavírus

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • Um futuro social-ecológico? As alianças verdes-rosas-vermelhas nas eleições francesas

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


29 Junho 2020

Não haverá delegação do Patriarcado Ecumênico de Constantinopla na celebração no Vaticano dos Santos Apóstolos Pedro e Paulo. Quem explica isso é o cardeal Kurt Koch, presidente do Pontifício Conselho para a promoção da unidade dos cristãos, em uma carta para Sua Santidade Bartolomeu I.

A reportagem é publicada por Agência SIR, 27-06-2020. A tradução é de Luisa Rabolini.

"Como você sabe – consta na mensagem enviada ao Sir pelas fontes do Patriarcado – por causa da situação que se estabeleceu com a pandemia de Covid-19, foram introduzidas restrições às celebrações litúrgicas do Papa Francisco para conter a propagação do vírus. Por esse motivo, por ocasião da solenidade de São Pedro e Paulo, o Papa Francisco presidirá a celebração da Missa na Basílica de São Pedro, de acordo com essas restrições, infelizmente sem a ampla participação dos fiéis, como aconteceu no tríduo pascal".

O cardeal conclui sua carta expressando a esperança de que "a infinita Misericórdia de Deus nos fará superar essa situação inédita" e que "seja possível retomar nossos contatos e relacionamentos regulares após o verão europeu". É a primeira vez que uma delegação não pode participar da festividade dos Padroeiros. A troca de delegações entre o Patriarcado Ecumênico e a Santa Sé ocorre por ocasião das respectivas festas dos Padroeiros, em 29 de junho em Roma pelos Santos Apóstolos Pedro e Paulo e em 30 de novembro em Istambul pelo Santo André Apóstolo. Essa troca é o sinal de uma crescente fraternidade entre a Igreja de Roma e a Igreja de Constantinopla, que se desenvolveu a partir do histórico encontro de 1964 entre Paulo VI e o Patriarca Atenágoras em Jerusalém.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Santos Pedro e Paulo: pela primeira vez, a delegação do Patriarcado Ecumênico não participará da missa do Papa Francisco por causa do Coronavírus - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV