Papa aos bispos dos EUA: “Não haverá nenhuma reviravolta sobre os padres casados”

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • “O coronavírus é um pedagogo cruel”. Entrevista com Boaventura de Sousa Santos

    LER MAIS
  • Uma mulher leiga e indígena na Conferência Eclesial da Amazônia. Entrevista com Patricia Gualinga

    LER MAIS
  • A universidade pós-pandêmica. Artigo de Boaventura de Sousa Santos

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


12 Fevereiro 2020

Foi o que relatou a agência de notícias dos prelados estadunidenses. A exortação foi entregue por Francisco no fim de dezembro.

A reportagem é de Domenico Agasso Jr., publicada por Vatican Insider, 11-02-2020. A tradução é de Moisés Sbardelotto.

Francisco não se abre aos padres casados. Não haverá reviravoltas nesse sentido na exortação apostólica pós-sinodal intitulada “Querida Amazônia”, que será publicada nesta quarta-feira, 12.

O Papa disse isso nessa segunda-feira, 10, a um grupo de bispos dos EUA, como relata a agência de notícias dos mesmos prelados dos EUA, Catholic News Service.

Suprir a carência de padres nas regiões remotas da Amazônia poderia ser uma possibilidade sobre a qual se poderá refletir eventualmente no futuro. Não agora. Foi essa a impressão que dom Oscar A. Solis, bispo de Salt Lake City, teve sobre as intenções do papa Bergoglio.

De qualquer forma, nesta quarta-feira será divulgado o documento oficial do pontífice após o Sínodo para a Amazônia de outubro.

As informações que vazam do outro lado do Rio Tibre indicam que o papa Francisco entregou o texto no fim de dezembro. Portanto, ele já o havia concluído quando explodiu o caso do livro do cardeal Robert Sarah com Joseph Ratzinger em defesa do celibato dos padres. Um texto, com o suspense em torno da assinatura do papa emérito, considerado por muitos no Vaticano como “inoportuno”, porque se prestava como instrumento para condicionar a decisão de Francisco.

Como sempre, a próxima etapa foi a releitura por parte da Congregação para a Doutrina da Fé e, paralelamente, do teólogo da Casa Papal. Depois, começou o trabalho das traduções para várias línguas. O dia 2 de fevereiro, data de assinatura da exortação, foi o dia do “imprima-se”.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Papa aos bispos dos EUA: “Não haverá nenhuma reviravolta sobre os padres casados” - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV