Imazon: Desmatamento da Amazônia em setembro foi 80% maior do que no mesmo período de 2018

Revista ihu on-line

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Mais Lidos

  • Padres despedaçados. Artigo de Pietro Parolin

    LER MAIS
  • Uma escolha crucial: como a Igreja seleciona seus bispos?

    LER MAIS
  • Os três passos dos homens

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


11 Novembro 2019

O desmatamento da Amazônia cresceu 80% em setembro de 2019 em comparação com o mesmo período do ano anterior. Foram desmatados 802 km² neste ano e 444 km² em 2018. Os dados são do Sistema de Alerta de Desmatamento (SAD), sistema de monitoramento do Instituto do Homem e do Meio Ambiente (Imazon) e foram divulgados ontem (6).

A informação é publicada por Amazônia.org, 07-11-2019. 

O Estado do Pará concentrou 53% dos alertas de desmatamentos, seguido de Rondônia (13%), Amazonas (11%), Acre (11%), Mato Grosso (10%) e Roraima (2%).

Além do desmatamento, quando é feita a remoção completa da vegetação florestal, o Imazon também realiza o monitoramento da degradação florestal, caracterizado por extração da madeira para comercialização ou áreas onde ocorram queimadas, por exemplo. Em setembro deste ano o aumento de degradação na floresta foi de 787% atingindo 1.233 km².

O estado líder na degradação foi o Mato Grosso (55%), seguido do Pará (33%), Rondônia (6%), Acre (3%) e Amazonas (3%).

Pela primeira vez o município de Pacajá, no Pará, aparece como líder na listagem dos municípios que mais desmatam, seguido por São Félix do Xingu e Altamira, também no Pará.

SAD Setembro/2019.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Imazon: Desmatamento da Amazônia em setembro foi 80% maior do que no mesmo período de 2018 - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV