9 de fevereiro de 1985

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • “Não podemos colocar a questão do celibato acima da celebração da Eucaristia!”, afirma dom Erwin Kräutler

    LER MAIS
  • Pastoral LGBTQ. James Martin, jesuíta, responde a cinco perguntas

    LER MAIS
  • Nunca um presidente foi tão vulgar com uma mulher. Espere o efeito bumerangue

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

09 Fevereiro 2020

Felipe Balam Tomás. Guatemala, †1985.

Religioso misionero, servidor de los pobres, Guatemala. Religioso de la congregación "Misioneros de la Caridad", de 18 años. Secuestrado en la aldea Las Escobas, municipio de San Martín Jilotepeque, departamento de Chimaltenango. Felipe se encuentra presidiendo una celebración de la Palabra de Dios, cuando tres hombres armados irrumpen en la iglesia y se lo llevan por la fuerza. Los testigos no pueden hacer nada por él. "Es un generoso servidor de sus hermanos y de la Iglesia. Su Congregación está consagrada a los más pobres", dice el Nuncio Apostólico, mientras pide al Ministro de Relaciones Exteriores para que intervenga ante las autoridades nacionales y aceleren la liberación de Felipe. A su vez, el arzobispo de Guatemala, Próspero Penados del Barrio, hace saber que Felipe ha sido secuestrado por las fuerzas de seguridad gubernamentales, mientras preside una celebración en el templo. Y desde entonces está desaparecido. Felipe entrega su vida casi adolescente para que sus hermanos, desde la fe en el Dios de la vida, luchen por la liberación de sus hermanos.

Religioso da Congregação Missionários da Caridade, tinha 18 anos quando foi assassinado. Foi sequestrado nas aldeia Las Escobas, no município de San Martin Jilotepeque, departamento de Chimaltenango.

Felipe estava presidindo a celebração da Palavra de Deus, quando três homens armados invadiram a igreja e o levam a força. As testemunhas não poderão fazer nada por ele.

Na ocasião do desaparecimento disse o Núncio Apostólico, ao pedir para Ministro dos Negócios Estrangeiros de intervir junto das autoridades nacionais e acelerar a liberação de Felipe. "É um servo generoso de seus irmãos e da Igreja. Sua Congregação é dedicada aos mais pobres".

Por sua vez, o Arcebispo de Guatemala, Prospero Condenado del Barrio, faz saber que Felipe foi sequestrado por forças de segurança do governo, ao presidir uma celebração.

Felipe entregou sua jovem vida pelas causas de seus irmãos na fé, para que eles juntos lutassem pela libertação do povo guatemalteco.




 

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

9 de fevereiro de 1985 - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV