Papa celebra casamento entre comissários de bordo em pleno avião papal

Revista ihu on-line

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Mais Lidos

  • Bartomeu Melià: jesuíta e antropólogo evangelizado pelos guarani (1932-2019)

    LER MAIS
  • Bolsonaro institui o Dia do Rodeio na Festa de São Francisco de Assis

    LER MAIS
  • “O transumanismo acredita que o ser humano está em um suporte equivocado”, afirma filósofo

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

19 Janeiro 2018

No voo de Santiago do Chile para Iquique, Francisco une em matrimônio dois operadores da companhia aérea Latam.

A reportagem é de Andrea Tornielli, 18-01-2018. A tradução é de Moisés Sbardelotto.

“Este sacramento significa muito...” Carlos e Paula ainda têm lágrimas nos olhos. Até alguns minutos atrás, eles serviam sanduíches e bebidas aos passageiros do voo Santiago-Iquique. Os dois são comissários de bordo.

Eles deviam se casar na igreja em 2010, mas o terremoto destruiu a sua paróquia em Santiago do Chile, razão pela qual se casaram apenas civilmente. Mas agora sou marido e mulher também para a Igreja Católica porque, pela primeira vez, um Papa celebrou um casamento em voo.

Quando foram tirar a foto habitual com Francisco, pediram-lhe uma benção. O papa lhes perguntou se eram casados, e eles responderam que sim, mas apenas civilmente, por causa do terremoto. Bergoglio, de surpresa, propôs a eles que se casassem naquele momento.

Papa Francisco celebra matrimônio de comissários de bordo no avião papal

O proprietário da companhia aérea Latam, Ignacio Cueto, foi a primeira testemunha; a segunda foi Dom Mauricio Rueda, o prelado colombiano organizador das viagens papais. O pontífice celebrou o rito enquanto o Airbus viajava a 36 mil pés. E, como Carlos contou aos jornalistas, ele disse aos dois esposos: “O matrimônio é o sacramento que falta no mundo. Esperamos que aquilo que vocês fizeram sirva de inspiração para outros casais”. Por fim, deu-lhes de presente dois rosários.

Logo depois, foi redigido um certificado de matrimônio em uma folha A4 normal, em que se afirma em espanhol: “No dia 18 de janeiro de 2018, no voo papal no trajeto de Santiago a Iquique, contraíram matrimônio o Sr. Carlos Ciuffardi Elorriaga e a Sra. Paula Podest Ruiz, na presença da testemunha Ignacio Cueto, sendo o Santo Padre Papa Francisco quem tomou o consentimento”.

Ata do casamento celebrado pelo Papa Francisco no avião papal

“Antes de nos declarar marido e mulher – contou Carlos, que é de origem italiana – o papa me perguntou sorrindo: mas você está realmente certo disso?”

Carlos Ciuffardi, 41 anos, e Paula Podest Ruiz, 39, têm duas filhas, Rafaella, 6, e Isabella, 4. Com alegria, anunciaram a notícia aos colegas e aos jornalistas. Foram as primeiras bodas celebradas por um papa no céu.

Assista abaixo a um vídeo com os recém-casados:

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Papa celebra casamento entre comissários de bordo em pleno avião papal - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV