Papa autoriza primeiro passo rumo à canonização de Patrick Peyton, ''padre do rosário''

Revista ihu on-line

Junho de 2013 – Cinco Anos depois.Demanda de uma radicalização democrática nunca realizada

Edição: 524

Leia mais

A esquerda e a reinvenção da política. Um debate

Edição: 523

Leia mais

A virada profética de Francisco – Uma “Igreja em saída” e os desafios do mundo contemporâneo

Edição: 522

Leia mais

Mais Lidos

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

20 Dezembro 2017

O Papa Francisco colocou dois grandes clérigos católicos do século XX no caminho de uma possível santidade: o Pe. Patrick Peyton, o “padre do rosário” que pregou a milhões no rádio, na TV e no cinema; e o cardeal Stefan Wyszynski, mentor do futuro Papa João Paulo II.

A reportagem foi publicada por ABC News, 19-12-2017. A tradução é de Moisés Sbardelotto.

O Vaticano disse nessa terça-feira que Francisco aprovou decretos que afirmam que ambos viveram vidas de heroica virtude cristã. Alguns desses decretos foram aprovados no dia anterior, durante uma audiência com o chefe do escritório vaticano que “faz” os santos.

Os comitês secretos vaticanos de médicos, cardeais, teólogos e bispos devem agora certificar um milagre atribuído à intercessão de cada um deles, para que sejam beatificados. Um segundo milagre é necessário para que eles se tornem santos.

Peyton organizou enormes manifestações de oração em todo o mundo e usou o rádio, a televisão e o cinema – e estrelas de Hollywood, incluindo Bing Crosby e Lucille Ball – para divulgar a sua mensagem de oração. Ele talvez ficou mais famoso por cunhar a expressão “família que reza unida permanece unida”.

O padre nascido na Irlanda se mudou para os Estados Unidos quando jovem e foi ordenado, junto com o irmão, em 1941. No ano seguinte, ele fundou seu ministério do rosário e, mais tarde, a Family Theatre Productions, que produziu 600 programas de rádio e de televisão, e transmitiu mais de 10 mil programas.

Ele faleceu em Los Angeles, em 1992.

Wyszynski, por sua vez, era primaz da Polônia e uma autoridade moral de liderança antes que o cardeal Karol Wojtyla fosse eleito papa em 1978.

Como oponente tanto da ocupação nazista quanto do regime comunista, Wyszynski ficou em prisão domiciliar por parte dos comunistas de 1953 a 1956. Ao longo das décadas de comunismo, ele apoiou pacificamente a nação na sua luta pela liberdade e foi uma inspiração para o movimento de liberdade Solidariedade, esforçando-se para protegê-lo da repressão.

Ele faleceu em 1981, apenas algumas semanas depois que João Paulo II fosse baleado na Praça de São Pedro.

Na sua cama de hospital, João Paulo II enviou uma mensagem gravada em fita, elogiando o seu mentor como a “pedra angular da unidade da Igreja na Polônia”.

Nota de IHU On-Line: Vale lembrar que a visita do Padre Peyton ao Brasil, em 1963, teve um sentido de pregação anticomunista e contou com o apoio da CIA, no contexto da Guerra Fria, contribuindo para a preparação do golpe militar de 1964.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Papa autoriza primeiro passo rumo à canonização de Patrick Peyton, ''padre do rosário'' - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV