Líderes religiosos do mundo irão se reunir em recordação do 30º "Espírito de Assis"

Revista ihu on-line

Biomas brasileiros e a teia da vida

Edição: 500

Leia mais

Hospitalidade - Desafio e Paradoxo. Por uma cidadania ativa e universal

Edição: 499

Leia mais

“Raízes do Brasil” – 80 anos. Perguntas sobre a nossa sanidade e saúde democráticas

Edição: 498

Leia mais

Mais Lidos

  • Richard Allen - 26 de março

    LER MAIS
  • O golpe de classe jurídico-parlamentar como farsa e tragédia.

    LER MAIS
  • Brasil lança campanha internacional pelo empoderamento das mulheres rurais

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU

close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

15 Agosto 2016

O presidente da Itália, Sergio Mattarella, estará em Assis no dia 18 de setembro para participar do 30º aniversário do Primeiro Encontro das Religiões pela Paz, desejado em 1986 pelo Papa São João Paulo II. A comemoração, como todos os anos nas últimas décadas, é organizada pela Comunidade de Santo Egídio.

A reportagem é de Luis Badilla, publicada no sítio Il Sismografo, 14-08-2016. A tradução é de Moisés Sbardelotto.

Uma nota da Comunidade explica: "Serão três dias sob o sinal do diálogo e do viver juntos, a 30 anos da histórica Oração das Religiões Mundiais pela Paz, convocada por João Paulo II em 1986.

"Sede de paz", porque o mundo, mais do que nunca, precisa dela. Esse é o título do encontro internacional que será realizado em Assis entre os dias 18 e 20 de setembro, promovido pela Comunidade de Santo Egídio, pela Diocese de Assis e pelas Famílias Franciscanas.

Em um momento histórico difícil por causa das ameaças representadas pela violência generalizada, pelo terror e pelas guerras em curso no Oriente Médio e na África, centenas de líderes religiosos de todos os continentes se encontrarão na cidade de São Francisco, junto com representantes do mundo da cultura e das instituições, acompanhados por uma participação popular de diversas cidades italianas e europeias.

Há alguns dias, apresentando "Sede de paz. Religiões e culturas em diálogo", em Perugia, o presidente da Comunidade de Santo Egídio, Marco Impagliazzo, falou de "um encontro necessário", especialmente hoje: "Há uma grande sede de paz que surge dos pobres, das vítimas do terrorismo e das guerras em curso em tantas partes do mundo. Nós queremos ser a sua voz. Iremos para Assis não apenas para lembrar o 30º aniversário da grande oração desejada por João Paulo II, mas também para celebrar um novo evento com todos aqueles que, nesses anos, se puseram a caminho conosco para construir a paz. Será uma convergência de altíssimas personalidades religiosas e institucionais: para manifestar a todos que as religiões não são indiferentes a esse grito que sobe dos povos, para se distanciar dos pregadores do ódio, trabalhando em favor da integração, que é a chave para defender as nossas sociedades da violência".

Nesses dias, depois da visita do Papa Francisco, no dia 4 de agosto, na Porciúncula de Santa Maria dos Anjos, também se falou de uma provável presença do Santo Padre, mas o boato, que vazou do imã de Perugia ao canal TV2000, não encontrou nenhuma confirmação oficial.

Algumas análises consideram que essa visita está quase certa, e, para sustentar essa hipótese, ressaltam que, dias atrás, o Papa Francisco parou no sopé da colina de Assis e não subiu até a basílica, justamente porque estaria planejada a presença dele nos dias 19 e 20 de setembro.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Instituto Humanitas Unisinos - IHU - Líderes religiosos do mundo irão se reunir em recordação do 30º "Espírito de Assis"