O arcebispo de Atenas e de toda a Grécia, Hieronymus, chegou em Lesbos

Revista ihu on-line

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Clarice Lispector. Uma literatura encravada na mística

Edição: 547

Leia mais

Mais Lidos

  • Os três movimentos de Francisco

    LER MAIS
  • Papa Francisco mira na imprensa e cultura da “pós-verdade” em discurso aos movimentos populares

    LER MAIS
  • COP26, estrada difícil: aqui estão os documentos que comprovam a resistência aos empenhos climáticos

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


18 Abril 2016

O arcebispo Hieronymus chegou nessa sexta-feira em Lesbos. Ele é o primeiro dos três líderes religiosos que se reunirão neste sábado para levar a sua mensagem e a sua proximidade aos refugiados e à cidadania da ilha grega.

A reportagem é de Francesco Gagliano, publicada no sítio Il Sismografo, 15-04-2016. A tradução é de Moisés Sbardelotto.

"Esperamos que essa iniciativa seja capaz de despertar as consciências sobre essa questão. Somos chamados a internacionalizar o problema, porque não é só da Grécia ou da Europa, mas de todas as pessoas", disse o arcebispo de Atenas e de toda a Grécia na chegada ao Aeroporto de Lesbos.

Depois de encontrar as autoridades políticas e das forças da ordem de tarde, Hieronymus distribuiu produtos de primeira necessidade para as várias ONGs presentes na ilha, indispensáveis para a acolhida e o sustento dos cerca de 2.500 refugiados que chegaram nos últimos meses.

Por volta das 20h, chegaria o patriarca ecumênico de Constantinopla, Bartolomeu; às 10h15 do sábado, no aeroporto de Mitilene, as duas Igrejas, junto com o primeiro-ministro, Alexis Tsipras, acolherão o papa e a sua comitiva.

De acordo com o site grego Dogma, à noite, o arcebispo Hieronymus terá um encontro privado com o Patriarca Ecumênico Bartolomeu, na tentativa de normalizar as relações entre as duas Igrejas, que, ao que parece, não são tão fáceis.

Entre os temas que certamente farão parte das conversas desse importante encontro, com toda a probabilidade, estará também a questão do Santo e Grande Concílio pan-ortodoxo, em Creta, que reunirá, depois de 12 séculos, os patriarcas e os representantes de todas as Igrejas Ortodoxas (desde o segundo Concílio de Niceia, em 787 d.C.).

Nos primeiros momentos, a Igreja Ortodoxa Grega tinha vazado a sua ausência por causa de polêmicas relacionadas com o Patriarcado de Constantinopla, mas, posteriormente, essa posição foi revista. A polêmica diz respeito à ruptura da comunhão eucarística entre as Igrejas ortodoxas locais de Antioquia e de Jerusalém.

Uma data possível para a abertura do Santo e Grande Concílio poderia ser o dia 19 de junho, mas ainda não há nenhuma confirmação oficial.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

O arcebispo de Atenas e de toda a Grécia, Hieronymus, chegou em Lesbos - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV