Juiz Sergio Moro, da Lava Jato, é exaltado como herói em protestos

Revista ihu on-line

Gênero e violência - Um debate sobre a vulnerabilidade de mulheres e LGBTs

Edição: 507

Leia mais

Os coletivos criminais e o aparato policial. A vida na periferia sob cerco

Edição: 506

Leia mais

Giorgio Agamben e a impossibilidade de salvação da modernidade e da política moderna

Edição: 505

Leia mais

Mais Lidos

  • Os milhões na Suíça do novo cardeal do Mali embaraçam Francisco

    LER MAIS
  • A vingança de Mazzolari, o padre dos pobres banido pela Igreja, mas amado por Francisco

    LER MAIS
  • “Um dia vou te matar”: como Roraima se tornou o Estado onde as mulheres mais morrem no Brasil

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU

close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Por: Cesar Sanson | 14 Março 2016

O juiz federal Sergio Moro, responsável pelos processos da Operação Lava Jato em Curitiba (PR), foi lembrado em cartazes e gritos de guerra dos manifestantes reunidos em protestos em várias cidades do país neste domingo (13).

A reportagem é do portal do jornal Folha de S.Paulo, 13-03-2016.

"É um orgulho nacional. Representa tudo que a gente quer", disse Ana Lúcia Magela, na avenida Paulista, em São Paulo, com um cartaz de apoio ao juiz. Para Adriana Oliveira Santos, que usava uma faixa na cabeça em homenagem ao juiz, "Moro é a cara do país".

O motorista autônomo Paulo Galdino foi à Paulista com os filhos, que o ajudavam a erguer um cartaz em agradecimento a Moro "pelas fases" da Lava Jato. "Ele me trouxe uma grande alegria", afirmou à Folha.

Uma imagem do juiz estampou o carro de som do grupo Revoltados Online, que puxava aplausos para Moro.

No Rio de Janeiro, "Vai Moro", "Mais Moro, menos Dilma", "Somos todos Moro", "Viva Moro" e "Eu amo [representado por um coração] Moro" também estão entre as dezenas de mensagens de apoio ao juiz da Lava Jato espalhadas em cartazes, faixas e camisetas ao longo da orla da praia de Copacabana.

Um grupo de 35 pessoas chamou atenção por usar uma mesma camiseta amarela identificada como #morobloco, um trocadilho do nome do juiz com Monobloco, um dos mais populares blocos de carnaval do Rio.

Os atores Marcelo Serrado e Susana Vieira estavam entre os seguidores do #morobloco.

"Estou aqui como cidadão. Somos a favor do Moro e das investigações da Lava Jato", disse Serrado. Apesar das críticas à atual situação do país, o ator faz ressalvas à possibilidade de afastamento da presidente Dilma.

"Se for comprovada alguma irregularidade, sou a favor do impeachment. Mas não sei dizer se existem motivos que justifiquem a saída dela neste momento".

"Estamos aqui a favor do Moro e da Polícia Federal. A hora é de mobilização nacional contra a corrupção", acrescentou Susana Vieira.Em Curitiba, a todo momento manifestantes gritam, no carro de som, o nome de Moro, seguido de aplausos, e frases de "Sergio Moro é meu amigo, mexeu com ele, mexeu comigo".

Também foram citados os nomes de Carlos Fernando Lima e Deltan Dallagnol, procuradores que integram a investigação da Lava Jato.

Em Recife, manifestantes levaram um boneco gigante de Moro. O juiz também foi exaltado em protestos de outras cidades como Porto Alegre, Brasília, Recife, Cuiabá, Campinas e Ribeirão Preto.

Contra a corrupção

Usando uma máscara do juiz na avenida Paulista, a mineira Meirice de Almeida Prado conta que conseguiu sozinha mil assinaturas em apoio às dez medidas contra corrupção do Ministério Público Federal. "Acredito que com a punição a gente vai ter um Brasil melhor", disse. "Gostei muito de uma frase que ouvi aqui: 'vamos Mororizar o país'", disse em meio a risos Veridiana Navajas, que usava máscara de japonês da Federal.

'Tocado' com o apoio

Em nota divulgada neste domingo (13), Moro afirmou que as "autoridades eleitas e os partidos" devem ouvir a "voz das ruas" e se comprometer com o combate à corrupção, "cortando, sem exceção, na própria carne, pois atualmente trata-se de iniciativa quase que exclusiva das instâncias de controle".

O juiz disse que ficou "tocado" com o apoio à Operação Lava Jato nos atos pelo país. Leia abaixo a nota na íntegra:

"Neste dia 13, o povo brasileiro foi às ruas. Entre os diversos motivos, para protestar contra a corrupção que se entranhou em parte de nossas instituições e do mercado.

Fiquei tocado pelo apoio às investigações da assim denominada Operação Lavajato. Apesar das referências ao meu nome, tributo a bondade do povo brasileiro ao êxito até o momento de um trabalho institucional robusto que envolve a Polícia Federal, o Ministério Público Federal e todas as instâncias do Poder Judiciário.

Importante que as autoridades eleitas e os partidos ouçam a voz das ruas e igualmente se comprometam com o combate à corrupção, reforçando nossas instituições e cortando, sem exceção, na própria carne, pois atualmente trata-se de iniciativa quase que exclusiva das instâncias de controle. Não há futuro com a corrupção sistêmica que destrói nossa democracia, nosso bem estar econômico e nossa dignidade como país.

13/3/2016, Sergio Fernando Moro"

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Instituto Humanitas Unisinos - IHU - Juiz Sergio Moro, da Lava Jato, é exaltado como herói em protestos