O Windows 10 deveria ser proibido

Revista ihu on-line

Missões jesuíticas. Mundos que se revelam e se transformam

Edição: 530

Leia mais

Nietzsche. Da moral de rebanho à reconstrução genealógica do pensar

Edição: 529

Leia mais

China, nova potência mundial – Contradições e lógicas que vêm transformando o país

Edição: 528

Leia mais

Mais Lidos

  • Bolsonaro é um “perigo real”, afirma bispo brasileiro

    LER MAIS
  • Gays, negros e indígenas já sentem nas ruas o medo de um governo Bolsonaro

    LER MAIS
  • “Repúdio a toda manifestação de ódio, violência, intolerância, preconceito e desprezo dos direitos humanos”. Nota da OAB, CNBB e outras entidades

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

Por: André | 11 Novembro 2015

“Ao descarregar o Windows 10 você autoriza a Microsoft a compartilhar qualquer um dos dados antes mencionado com qualquer outro fabricante, com ou sem seu consentimento”.

A análise é de Foo Bar e publicada por Elbinario.net, 09-11-2015. A tradução é de André Langer.

Eis o artigo.

Já falamos sobre esta maravilha do software espião em outro artigo. De acordo com numerosos foros de especialistas em segurança o Windows 10 realiza todas estas coisas sem consentimento prévio do usuário:

A sincronização de dados por defeito é ativada. Histórico de exploração e sítios de internet abertos. Aplicativos, configuração. WiFi nomes de pontos de acesso e senhas. O dispositivo por defeito é etiquetado com uma ID de publicidade única. Utiliza-se para servir com anúncios personalizados pelos anunciantes de terceiros e redes de publicidade. O Cortana [assistente pessoal no Windows Phone] pode recolher alguns dos seus dados. Seus toques no teclado, buscas e entrada de microfone. Dados do calendário. Música que ouve. Informação de cartão de crédito. As compras. Sua identidade. Senhas. Demografia. Interesses e hábitos. Dados de uso. Contatos e relações. Dados de localização. Conteúdos, como correios eletrônicos, mensagens instantâneas, lista de chamadas, áudio e gravações de vídeo. Seus dados podem ser compartilhados. Ao descarregar o Windows 10 você autoriza a Microsoft a compartilhar qualquer um dos dados antes mencionado com qualquer outro fabricante, com ou sem seu consentimento.

Algumas “revistas especializadas”, sítios de notícias, nos oferecem guias quilométricos de como “resolver” estes problemas que poderiam desembocar em um ataque à privacidade brutal. Enquanto isso, eu me pergunto: o que as autoridades estão esperando para retirar o produto que está provocando tanto dano a direitos fundamentais? O Ministério da Defesa e do Interior não veem como uma ameaça esta ingerência de uma multinacional estrangeira? Para que fizemos uma lei de proteção de dados se há empresas que claramente as ignoram, digo, violam sem sofrer nenhuma consequência? Desde quando se vende a intimidade dos habitantes deste país a uma potência estrangeira? Isto não é traição à Pátria? Realmente ninguém vai gritar aos céus?

É uma vergonha a falta de informação, a inópia social e que os nossos políticos sejam literalmente uns cavernícolas tecnológicos que fazem a cama da Apple ou da Microsoft. Isso parece o filme Bem-vindo Senhor Marshall, que, certamente, muitos espanhóis não entendem, suponho em grande medida por causa da censura da última cena. Mas o mais vergonhoso é que o fazem sem nenhuma consideração e à vista de todo o mundo.

Senhores juízes, promotores e FSE, acordem, há uma companhia estrangeira operando em nosso país e que está violando as leis e artigos fundamentais da constituição espanhola.

Artigo 18 da Constituição Federal Espanhola: 1. Garanta-se o direito à honra, à intimidade pessoal e familiar e à própria imagem. 2. O domicílio é inviolável. Nenhuma entrada ou registro poderá ser feito nele sem consentimento do titular ou resolução judicial, salvo no caso de flagrante delito. 3. Garanta-se o segrego das comunicações e, em especial, das cartas, telégrafos e telefones, salvo resolução judicial. 4. A lei limitará o uso da informática para garantir a honra e a intimidade pessoal e familiar dos cidadãos e o pleno exercício de seus direitos.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

O Windows 10 deveria ser proibido - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV