Os homicídios de jovens na Região Metropolitana de Porto Alegre

Revista ihu on-line

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Vilém Flusser. A possibilidade de novos humanismos

Edição: 542

Leia mais

Mais Lidos

  • Uma análise de fundo a partir do golpe de Estado na Bolívia

    LER MAIS
  • Gregório Lutz e a reforma litúrgica no Brasil. Artigo de Andrea Grillo

    LER MAIS
  • Lula desequilibra o jogo. Craque é craque

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

14 Maio 2015

O Observatório da Realidade e das Políticas Públicas do Vale do Rio dos Sinos – ObservaSinos, programa do Instituto Humanitas Unisinos – IHU, sistematizou informações referentes a homicídios de jovens na Região Metropolitana de Porto Alegre – RMPA, com mais de 50 mil habitantes no ano de 2012, a partir do estudo “Mapa da Violência: Os jovens do Brasil”. Esta sistematização dá sequência à análise publicada pelo ObservaSinos em 2014 sobre esta realidade no Vale do Sinos.

A base de dados que subsidia a pesquisa é de origem do Sistema de Informações de Mortalidade – SIM do Ministério da Saúde – MS e apresenta os registros de violência relacionados a suicídios, acidentes de trânsito, homicídios e taxa de ocorrências de homicídios por raça/cor.

Homicídios na RMPA

De acordo com a base de dados pesquisada, foram calculadas as taxas dos homicídios que ocorreram no ano de 2012 nos municípios brasileiros.

Dos 34 municípios da RMPA, 31 registraram homicídios, sendo 29 com mais de 10 mil habitantes. O gráfico 1 mostra os 10 municípios da região que apresentaram as maiores taxas de homicídios. 

 

 

Alvorada possui a maior taxa de homicídios, 70,9, seguida de São Leopoldo, com 44,2, Novo Hamburgo, com 43,9 e Canoas com 43,5.

Dos municípios com maiores taxas, 5 fazem parte da região do Vale do Sinos (São Leopoldo, Novo Hamburgo, Canoas, Esteio e Sapucaia do Sul).

Os municípios de Dois Irmãos, Ivoti e São Sebastião do Caí não tiveram registros de homicídios no ano de 2012, e Araricá e Glorinha registraram respectivamente 1 e 2 homicídios, porém não possuem 10 mil habitantes.

Homicídios de jovens

O Mapa apresenta, a partir da estimativa populacional do ano de 2012, a taxa de homicídios de jovens entre 15 e 29 anos nos municípios brasileiros.

A tabela 1 exibe a estimativa populacional de jovens (15 a 29 anos), o número de ocorrências de homicídios cadastrados no SIM e a taxa para o ano de 2012 nos municípios com mais de 50 mil habitantes e 10 mil jovens. A mesma se encontra ordenada pela taxa de homicídios.

 

Alvorada, embora não tenha sido o município com o maior número de ocorrências de homicídios de jovens, possui a taxa mais alta: 172,9. Porto Alegre, que possui mais registros da região, tem a segunda maior taxa de homicídio de jovens: 97,3.

Novo Hamburgo (96,1), Viamão (82,9) e Canoas (79,3) completam o quadro dos 5 municípios da RMPA com as maiores taxas de homicídio de jovens entre 15 e 29 anos.

Jovens Negros

No ano de 2012, estima-se que a população dos 34 municípios que compõem a RMPA seria de 4.069.738 pessoas, sendo que 82,8% desta população é branca e 16,7% negra. Com relação à população jovem, de 15 a 29 anos de idade, a estimativa em 2012 era de que se encontrava em torno de 1.036.579, sendo 81,5% da população branca e 18% negra.

A tabela 2 apresenta os municípios com mais de 50 mil habitantes e a taxa de homicídios de jovens de 15 a 29 anos nos municípios com mais de 10 mil jovens por raça/cor. A mesma se encontra ordenada de acordo com o número da população total.

Porto Alegre é o munícipio mais populoso da região, também é o que possui a maior taxa com relação aos homicídios de jovens negros: 192,2. Alvorada também possui taxa elevada com relação aos homicídios de jovens negros: 149,3, seguida de Sapucaia do Sul, com 114,5 e Viamão com 110,3.

Com relação à população jovem branca, os municípios com maiores taxas de homicídios são Alvorada (182,8), Novo Hamburgo (95,9) e São Leopoldo (78,0).

Estes dados evidenciam a importância de se debater a questão dos homicídios da população jovem, principalmente da população negra, visto que as taxas de assassinatos são muito elevadas neste segmento populacional, indicando a desigualdade e a vulnerabilidade em que se encontram. 

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Os homicídios de jovens na Região Metropolitana de Porto Alegre - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV